Acesso ao principal conteúdo
Espanha/ desemprego

Desemprego na Espanha bate novo recorde

Construção civil em crise é a principal causa de desemprego na Espanha.
Construção civil em crise é a principal causa de desemprego na Espanha. HOUSING/ REUTERS/Andrea Comas

A Espanha bateu um novo recorde de desemprego. No final de março, houve aumento de 0,82% da população sem trabalho, em relação a fevereiro, e o país conta agora com um total de 4,75 milhões de pessoas à procura de uma vaga, de acordo com as estatísticas publicadas nesta terça-feira pelo ministério do Trabalho. Crise na construção civil é a principal responsável pelo índice de 22,85% da população sem atividade.

Publicidade

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas, a taxa atinge 22,85% da população economicamente ativa. Para a agência europeia Eurostat, que usa um cálculo diferente, o índice chega a 23,6 %.

Este é o oitavo mês consecutivo de alta no desemprego no país, que registra 4.750.867 pessoas sem atividade. Atingida principalmente pela crise na construção civil, um dos motores do crescimento econômico, a Espanha tem o maior índice de desemprego entre os países industrializados. A região mais atingida é a Andalusia, onde 31% das pessoas não têm atividade, seguida por Valência.

A previsão do governo é de que ainda 630 mil empregos sejam fechados até o final do ano, atingindo um índice de 24,3% da população. Por isso, defende reformas das leis trabalhistas. Hoje, o governo espanhol apresenta ao Parlamento o projeto de orçamento de 2012, que prevê cortes profundos em despesas públicas e uma redução em média de 27,3% no orçamento. O objetivo é reduzir o déficit a 5,3% do PIB espanhol.

Mas as medidas não são vistas com bons olhos pela população: no último dia 29, milhares de pessoas protestaram contra a austeridade aplicada pelo primeiro-ministro conservador Mariano Rajoy. De acordo com os sindicatos, a reforma vai aumentar o desemprego no país.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.