Acesso ao principal conteúdo
Carne de Cavalo/União Europeia

Especialistas da UE se reúnem para discutir escândalo da carne de cavalo

Os especialistas em segurança alimentar estão reunidos em Bruxelas
Os especialistas em segurança alimentar estão reunidos em Bruxelas Foto: Reuters

Especialistas em segurança alimentar se reúnem nesta sexta-feira em Bruxelas para discutir o escândalo da carne de cavalo, vendida como carne bovina em pratos congelados em 12 países da UE. O plano da Comissão Européia que prevê exames de DNA nos produtos à base de carne de boi, e testes para detectar a presença de fenilbutazona - anti-inflamatório para cavalos - começa a ser avaliado, a partir de hoje, pelos 27 países do bloco.

Publicidade

Letícia Fonseca, correspondente da RFI em Bruxelas

Além de expôr falhas, o escândalo está levantando questões sobre a complexa rede dos fornecedores da indústria alimentícia no continente. Para reconquistar a confiança dos consumidores, o comissário europeu da Saúde e Defesa do Consumidor, Tonio Borg, espera que a primeira série dos testes comece em duas semanas, e que os resultados possam ser divulgados em abril. No total, seriam conduzidos cerca de 6.500 testes.

Nesta quinta-feira, 14 de fevereiro, autoridades sanitárias da Grã-Bretanha confirmaram, após testes de laboratório, que a carne de três cavalos tratados com injeções de fenilbutazona foi vendida para o mercado francês. Alguns especialistas acreditam que a presença de resíduos da droga não é alarmante e o risco de causar danos à saúde humana é pequeno. Duas cadeias de supermercado na Alemanha também descobriram vestígios de carne de cavalo em lasanhas congeladas. Os produtos foram retirados das prateleiras e o governo alemão está exigindo uma investigação.

Os ministros da Agricultura do bloco acreditam que a venda de carne de cavalo em vez da de boi está sendo comercializada há cerca de seis meses e que envolveu 750 toneladas de carne. Em breve, a Europol, agência européia de polícia, deve iniciar a coordenação das investigações criminais em vários países do bloco para determinar a fonte da fraude. Além disso, a Comissão Européia, pretende acelerar as mudanças das regras de etiquetagem dos produtos da carne de boi para indicar a origem.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.