Acesso ao principal conteúdo
Bélgica/Crime

US$ 50 milhões em diamantes são roubados em assalto espetacular na Bélgica

O ataque a um carregamento de diamantes ocorreu em plena pista do aeroporto de Bruxelas na noite desta segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013.
O ataque a um carregamento de diamantes ocorreu em plena pista do aeroporto de Bruxelas na noite desta segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013. REUTERS/Francois Lenoir/Files

O aeroporto de Bruxelas, na Bélgica, foi cenário de um assalto digno de um filme de Hollywood nesta segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013. Homens fortemente armados e disfarçados de policiais atacaram um carro-forte e levaram diamantes no valor de US$ 50 milhões, em um dos roubos mais espetaculares dos últimos anos.

Publicidade

Pouco antes das 20h no horário local, dois veículos pretos equipados com faróis de luz rotativa azul forçaram uma cerca e penetraram na pista do aeroporto. Eles pararam diante de um furgão de transporte de valores que estava estacionado junto a um avião prestes a decolar.

Quatro homens mascarados, vestindo uniformes de policiais e armados com metralhadoras saíram de cada veículo. Eles apontaram as armas contra o piloto e o co-piloto e contra os funcionários da empresa Brink's que estavam carregando a aeronave. Nenhum disparo foi feito e ninguém ficou ferido.

"Os assaltantes arrombaram as portas da zona de carregamento do avião e levaram cerca de 120 pacotes", disse Ine Wan Wymeersch, subsituta do procurador do rei, em uma entrevista na qual revelou detalhes do crime à imprensa.

"O avião não decolou e os passageiros não viram nada", acrescentou ela. Segundo a companhia aérea Swiss, tratava-se de um voo regular operado pela empresa parceira Helvetic Airways.

Depois do ataque, que durou somente cinco minutos, os dois veículos fugiram em alta velocidade pelo mesmo buraco na cerca. Um dos carros foi encontrado incendiado não muito longe do aeroporto.

"Não foi um assalto qualquer. Ele foi bem preparado, eram profissionais", enfatizou Ine Wan Wymeersch.
A promotoria não especificou o valor total dos bens roubados, mas informou que se tratava principalmente de diamantes. 

Segundo o Centro Mundial do Diamante de Antuérpia, que representa os joalheiros dessa cidade belga, os diamantes roubados valem US$ 50 milhões - o equivalente a RS$ 98 milhões. Segunda maior cidade da Bélgica, a antuérpia é conhecida como um centro mundial de lapidação de diamantes.

Recorde

Em fevereiro de 2005, diamantes e jóias no valor de € 75 milhões (R$ 196 milhões) que deviam partir para a Antuérpia foram roubados de um veículo da companhia aérea KLM no aeroporto de Amsterdã.

Mas o recorde no quesito roubo de diamantes permanece sendo o ataque aos cofres do Centro Mundial do Diamante em Antuérpia em 2003. O montante roubado foi estimado na época em € 100 milhões (R$ 261 milhões).

No assalto desta segunda-feira, foram levados diamantes brutos e lapidados provenientes de Antuérpia que seriam transportados para Zurique, na Suíça. Uma porta-voz do Centro Mundial do Diamante exprimiu preocupação com o nível de segurança no aeroporto de Bruxelas, por onde passam diariamente US$ 200 milhões em diamantes.

"Há normas internacionais que são muito claras e muito rígidas em matéria de segurança e nós obedecemos estritamente essas regras. Somos fiscalizados permanentemente no que diz respeito a isso", garantiu o porta-voz do aeroporto, Jan Van der Cruysse, especificando que o assalto não perturbou o tráfego aéreo.

Segundo o jornal belga Het Laatste Nieuws, os investigadores acreditam que os ladrões possam ter contado com a ajuda de um cúmplice dentro do aeroporto.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.