Acesso ao principal conteúdo
Rússia/Crimeia

Tropas russas atacam navio ucraniano e EUA temem escalada militar

Blindados russos invadem base de Belbek, na Crimeia.
Blindados russos invadem base de Belbek, na Crimeia.

A situação segue tensa entre as tropas russas e ucranianas na Crimeia e no leste da Ucrânia. Forças russas atacaram nesta segunda-feira (24) o navio ucraniano "Kostantin Olshanski" no lago de Donuzlav, uma das poucas embarcações que ainda não estavam sob domínio russo. Os Estados Unidos declararam estar "muito preocupados" com a concentração de soldados russos, cerca de 20 mil homens, segundo Washington, na fronteira ucraniana.

Publicidade

As tropas russas se aproximaram do navio ucraniano em uma lancha. Houve disparos e uma coluna de fumaça se formou entre o navio e a lancha, segundo jornalistas que viram a cena.

"Existe um potencial de escalada militar perigoso no leste e sul da Ucrânia", disse o conselheiro-adjunto de Segurança Nacional da Casa Branca, Ben Rhodes, que acompanha o presidente Barack Obama em sua visita de seis dias à Europa. Obama desembarcou hoje pela manhã em Amsterdã, na Holanda, para participar de uma cúpula de segurança nuclear em Haia, mas o encontro é ofuscado pela crise entre a Rússia e o Ocidente. Obama tenta convencer os europeus a adotar sanções econômicas mais rigorosas contra a Rússia pela anexação da Crimeia e também articula para excluir a Rússia do G8.

No domingo, a Rússia desmentiu ter enviado tropas adicionais à fronteira com a Ucrânia, depois que o secretário do Conselho de Segurança e Defesa ucraniano, Andri Paroubi, declarou que as tropas russas estavam prontas para invadir o território ucraniano a qualquer momento. O comando militar americano estima em 20 mil o contingente distribuído por Moscou ao longo da fronteira ucraniana. As tropas russas estão equipadas com meios terrestres e aéreos, incluindo blindados e aviões de caça.

Nesta segunda-feira, a Ucrânia decidiu retirar todos os soldados que ainda mantinha na Crimeia, uma vez que a maioria das bases militares ucranianas se rendeu ao comando russo.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.