Acesso ao principal conteúdo
Incêndio/Norman Atlantic

Balsa pega fogo com 478 pessoas a bordo na costa da Grécia

Reprodução de vídeo mostra a embarcação Norman Atlantic em chamas na costa oeste da Grécia neste domingo (28).
Reprodução de vídeo mostra a embarcação Norman Atlantic em chamas na costa oeste da Grécia neste domingo (28). REUTERS/Skai TV via Reuters TV

Uma balsa pegou fogo na manhã deste domingo (28) na costa da Grécia. Uma operação de resgate, com ajuda de várias embarcações, aconteceu durante todo o dia e segue no início desta noite para salvar centenas de pessoas que continuam a bordo, apesar dos fortes ventos no local. Mais de 150 passageiros já foram retirados da balsa. No início desta noite, autoridades informaram que um homem morreu durante o resgate.

Publicidade

Uma grande operação de resgate começou nesta manhã na costa grega para tentar retirar centenas de passageiros da embarcação italiana Norman Atlantic, que é operada pela companhia grega Anek.

Um passageiro morreu durante o resgate, anunciou o porta-voz o ministério grego da Marinha Mercante e do Mar. O nome e a nacionalidade da vítima ainda não foram revelados.

Segundo autoridades, não há risco de naufrágio da balsa, da qual 156 pessoas já teriam sido retiradas. Os trabalhos são dificultados pelas más condições meteorológicas na costa grega e os ventos de até 88 km/h.

A balsa fazia o trajeto entre a cidade de Patras, no oeste da Grécia, até o porto de Ancona, no nordeste da Itália. Quando se aproximou do canal de Otrante, perto da ilha grega de Othoni, Norman Atlantic enviou um pedido de socorro. O incêndio teria começado no convés, onde os carros de passeio são transportados.

Resgate

Até o início da tarde deste domingo, centenas de pessoas esperavam pelo resgate. Entre os passageiros, estão 268 gregos e vários italianos, franceses, alemães, britânicos, russos, holandeses, dinamarqueses e albaneses. A tripulação conta com 22 italianos e 34 gregos.

Em entrevista à imprensa grega, os passageiros contaram que o calor tomou conta do navio inteiro. Alguns relatam que seus sapatos começaram a derreter. Outros, resgatados em botes de salvamento infláveis, contaram que estavam bloqueados em alto mar, molhados e tossindo muito por ter inalado fumaça.

Operação imensa

A Grécia e a Itália empreendem uma imensa operação de salvamento, com navios e helicópteros e com o envio de material para apagar o fogo. Várias outras embarcações mercantes que receberam o pedido de socorro tentam ajudar no resgate dos passageiros.

“As condições metereológicas são tão ruins que nós precisamos de um apoio imenso, que está acontecendo neste momento”, disse o porta-voz da Marinha italiana, Riccardo Rizzotto. Ele confirmou a chegada de helicópteros e ajuda ao local e declarou que o principal desafio será formar uma barreira de proteção ao redor do Norman Atlantic.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.