Acesso ao principal conteúdo
França/acidente

Acidente de esqui de Schumacher completa um ano

Michael Schumacher caiu nos Alpes Franceses em 2013 e sofreu vários danos cerebrais
Michael Schumacher caiu nos Alpes Franceses em 2013 e sofreu vários danos cerebrais REUTERS/Tony Gentile/Files

O grave acidente de esqui com o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher completa um ano nesta segunda-feira (29), mas o estado de saúde do alemão ainda permanece um mistério.

Publicidade

Neste domingo, o jornal francês Le Parisien divulgou que o piloto estaria reconhecendo os seus familiares e que conseguia se comunicar por meio de movimentos com os olhos. As declarações foram dadas ao jornal pelo ex-piloto Philippe Streiff, mas o presidente da comissão médica da Federação Internacional de Automobilismo, Gérard Saillant, desmentiu as informações.

Saillant é um dos membros fundadores do Instituto do Cérebro e da Medula Espinhal, com sede em Paris. Ele passou vários dias ao lado de Schumacher logo depois do acidente no Hospital Universitário de Grenoble, onde o campeão de F1 ficou internado durante seis meses.

Comunicados são filtrados pela família

Os comunicados oficiais sobre o estado de saúde são transmitidos apenas pela porta-voz do ex-piloto, Sabine Khan, e filtrados com cautela pela família.

Em setembro, ele foi fransferido para a sua casa na Suíça, onde é acompanhado por uma equipe médica. Segundo a imprensa alemã, uma equipe de 15 profissionais trabalha diariamente na recuperação do piloto, que sofreu graves danos cerebrais.

Schumacher caiu no dia 29 de dezembro de 2013 quando esquiava com o filho e um grupo de amigos em uma pista não-balizada na estação de Meribel, nos Alpes Franceses. Ele bateu a cabeça em uma pedra, teve graves ferimentos na cabeça e ficou em coma durante quase seis meses.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.