Acesso ao principal conteúdo
Europa/Obesidade

Metade da população da Irlanda será obesa em 2030, diz OMS

Europa vai enfrentar epidemia de obesidade em 2030, segundo projeções da OMS.
Europa vai enfrentar epidemia de obesidade em 2030, segundo projeções da OMS. Flickr/ Creative Commons

A Europa está seguindo os passos dos Estados Unidos e pode se tornar um continente de obesos. Segundo um relatório alarmante da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado nesta quarta-feira (6), os europeus vão enfrentar uma epidemia de obesidade no bloco até 2030. A situação da Irlanda é uma das mais assustadoras: nos próximos 15 anos, quase todos os adultos irlandeses terão excesso de peso ou estarão obesos, de acordo com as projeções da OMS.

Publicidade

O relatório com projeções sobre o avanço da obesidade foi discutido hoje no Congresso Europeu sobre Obesidade, que se realiza em Praga. "A Europa enfrentará uma enorme crise", advertiu a OMS.

O caso da Irlanda é um dos mais impressionantes: 89% dos homens irlandeses devem apresentar sobrepeso em 2030, sendo que 48% estarão obesos, contra 26% em 2010. Entre as mulheres irlandesas, a tendência é a mesma: 85% da população feminina estará acima do peso, incluindo 57% de obesas.O país, que foi um dos mais pobres da Europa até o final da década de 70, deu uma guinada econômica a partir do final dos anos 1980, com a entrada na União Europeia.

Índice de Massa Corporal

Uma pessoa é considerada com excesso de peso quando o seu índice de massa corporal (IMC, relação entre o peso e a altura ao quadrado) for maior que 25 kg/ m2. Entre os obesos, o IMC é superior a 30.

As projeções da OMS também são bastante perturbadoras para a Grã-Bretanha, com 33% de mulheres obesas em 2030, contra 26% em 2010, e 36% para os homens, contra 26% no mesmo ano.

Poucos países reduzem obesidade

Grécia, Espanha, Suécia e República Tcheca também deverão registrar aumentos significativos na proporção de adultos obesos. Na Grécia, por exemplo, a proporção de homens e mulheres obesos deve dobrar de 20% para 40% no intervalo de duas décadas. Na Espanha, a proporção de homens obesos deve aumentar de 19% para 36% durante o mesmo período.

Se nada for feito para reverter essa tendência, a grande maioria dos 53 países incluídos no estudo vai registrar um aumento na proporção de pessoas com sobrepeso e obesidade na população adulta. Apenas alguns países veriam suas taxas de obesidade e sobrepeso estabilizar ou diminuir. Esse é o caso da Holanda, onde 8% dos homens seriam obesos em 2030 contra 10% em 2010.

Medidas urgentes

Os autores do estudo destacam que por se tratar de projeções, esses dados devem ser analisados com "extrema cautela". Porém, para a pesquisadora britânica Laura Webber, coautora do documento, as autoridades da área da saúde devem "adotar medidas urgentes para inverter a tendência".

A obesidade é um importante fator de risco para doenças cardiovasculares, diabetes e alguns tipos de câncer. De acordo com números divulgados anteriormente pela OMS, mais de 1,9 bilhão de adultos estavam acima do peso em 2014 em todo o mundo, incluindo mais de 600 milhões de obesos. "A prevalência da obesidade mais do que duplicou em todo o mundo entre 1980 e 2014", nota a organização.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.