Acesso ao principal conteúdo
Economias

Referendo grego é "uma oportunidade para o reequilíibrio na Europa"

Áudio
O "não" venceu no referendo deste domingo
O "não" venceu no referendo deste domingo REUTERS

O referendo helénico deste domingo, que se saldou por um expressivo "não" à proposta dos credores internacionais, marcou uma ruptura na política europeia dos últimos anos. Contrariamente a 2011, quando o primeiro-ministro grego de então se demitiu sob pressão dos dirigentes europeus, o referendo teve lugar e afirmou o regresso da acção política, democrática e popular, à cena europeia. O professor de Ciência Política, José Adelino Maltez, saúda a oportunidade de reequilibrar a Europa e de restabelecer o primado da política.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.