Acesso ao principal conteúdo
França/ Greve

França em greve contra reforma da aposentadoria

Manifestação contra a reforma da aposentadoria em Marselha, 27 de maio 2010
Manifestação contra a reforma da aposentadoria em Marselha, 27 de maio 2010 REUTERS/Jean-Paul Pelissier

Dia de mobilização nessa quinta-feira na França, onde uma greve geral paralisa boa parte do país. Os sindicatos protestam contra o projeto de lei que pretende mudar a idade da aposentadoria de 60 para 62 anos.

Publicidade

Pelo menos 200 manifestações estão programadas durante o dia e a CFDT, uma das principais forças sindicais francesas, espera que dois milhões de pessoas saiam às ruas para protestar. Entre as principais manifestaçoes, as concentrações de Marselha e Lyon e uma grande passeata em Paris.

Os serviços públicos são os mais atingidos pela mobilização. Nas escolas primárias, mais de 30% dos professores cruzaram os braços e 20% dos funcionários dos correios também pararam de trabalhar. Mas é nos transportes que a situação é mais complicada : na companhia ferroviária nacional, a SNCF, metade dos trens-bala, partindo ou chegando a Paris, não circulam.

A greve geral também atingiu o espaço aéreo francês e, no setor privado, empresas como Total, Airbus, Michelin e L’Oréal, além de bancos como Société Générale, Credit Lyonais e BNP Paris também aderiram ao movimento. Os meios de comunicação, com várias emissoras de rádio com transmissão reduzida de seus programas.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.