Acesso ao principal conteúdo
França/ eleições

Candidato socialista François Hollande lança programa de governo

O candidato do Partido Socialista francês, François Hollande, durante discurso em Toulon desta terça-feira.
O candidato do Partido Socialista francês, François Hollande, durante discurso em Toulon desta terça-feira. REUTERS/Philippe Laurenson

O socialista François Hollande, opositor do presidente Nicolas Sarkozy nas eleições de abril próximo, lança hoje oficialmente seu programa de governo, composto de 60 propostas. O déficit zero até 2017 é o marco das propostas do candidato. Para chegar a esse objetivo, François Hollande propõe uma série de reformas fiscais e estruturais na economia francesa, a começar pelo aumento de impostos sobre os ricos.

Publicidade

O projeto é elevar os tributos pagos sobre os que ganham mais de 150 mil euros por ano de 41% para 45%, se o candidato vencer as eleições que começam em abril. Hollande quer provar que as mudanças começam de cima e deseja reduzir em 30% os salários do presidente e dos ministros franceses. Para relançar a produção e o crescimento, o socialista pretende criar um banco público de investimentos, que vai ocupar papel-chave no desenvolvimento do país. No combate ao desemprego, Hollande quer focar as atenções na abertura de postos de trabalho para os jovens e enquadrar as empresas que abusam de empregos temporários.

As 60 propostas do candidato também tocam áreas polêmicas, como o projeto de autorizar o casamento e a adoção de filhos pelos homossexuais e a retirada imediata dos soldados franceses do Afeganistão.

O programa do socialista é lançado oficialmente nesta manhã e, à noite, ele vai à televisão explicá-lo aos franceses, que se mostram cada vez mais favoráveis à sua ascensão ao poder. Uma nova pesquisa eleitoral publicada hoje pelo instituto CSA afirma que ele aumentou a vantagem sobre Sarkozy: o socialista está com 31% das intenções de voto no primeiro turno, contra 25% para o atual presidente conservador. No segundo turno, Hollande sairia vencedor com 60% dos votos, 3 pontos a mais do que tinha há duas semanas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.