Acesso ao principal conteúdo
França/Terrorismo

França prende mais 10 suspeitos de ativismo islâmico radical

Radicais islâmicos com perfil similar ao do jihadista Mohamed Merah são perseguidos pela polícia francesa.
Radicais islâmicos com perfil similar ao do jihadista Mohamed Merah são perseguidos pela polícia francesa. Reuters

A polícia francesa deteve na manhã desta quarta-feira dez pessoas para investigação, suspeitas por seu ativismo no meio islâmico radical. Segundo fontes policiais, os detidos planejavam viajar ou já estiveram no Afeganistão e no Paquistão, países conhecidos por seus campos de treinamento terrorista.

Publicidade

A operação policial se deu em várias cidades francesas, particularmente em Roubaix , no norte, e em Marselha, no sul do país. Outras cidades como Carpentras, Valence e na região de Lot-et-Garonne também foram alvo da operação que faz parte de uma investigação preliminar da brigada antiterrorista de Paris visando oito indivíduos apresentando um perfil semelhante ao de Mohamed Merah, o autor de sete assassinatos em Toulouse e Montauban, que dizia agir em nome da Al Qaeda.

Há cinco dias, a polícia francesa deteve 19 pessoas em outra operação do mesmo gênero. Treze pessoas foram indiciadas por porte ilegal de armas e formação de quadrilha com implicação em atividade terrorista.

As duas operações policiais não estão interligadas, mas em plena campanha para sua reeleição o presidente Nicolas Sarkozy havia prometido perseguir militantes islâmicos radicais, após o choque provocado pelos crimes de Mohamed Merah. Ainda ontem, o sindicato de juízes criticou a ação da polícia, apontando interesses eleitoreiros por trás dessas detenções.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.