Acesso ao principal conteúdo
Aung San Suu Kyi/França

Suu Kyi recebida com honras de chefe de Estado na França

O presidente francês, François Hollande, recebe Aung San Suu Kyi no Palácio do Eliseu.
O presidente francês, François Hollande, recebe Aung San Suu Kyi no Palácio do Eliseu. REUTERS/Philippe Wojazer

A deputada e líder da oposição em Mianmar, antiga Birmânia, foi recebida nesta terça-feira pelo presidente francês, François Hollande, no Palácio do Eliseu. Hollande reafirmou o compromisso da França em apoiar o processo democrático no país asiático. Vinda de trem, de Londres, Aung San Suu Kyi chegou no começo da tarde a Paris, última etapa de uma triunfante viagem pela Europa.

Publicidade

Sorridente, ela recebeu honras geralmente reservada a chefes de Estado, incluindo uma audiência com o presidente e um jantar de honra.

Na coletiva de imprensa após a audiência, Hollande assegurou que a França vai apoiar todos os participantes da transição democrática na Birmânia ‘até o fim, ou seja, até que o país atinja a democracia plena e integral’. Ele também disse que a França está pronta para receber o atual presidente birmanês, o ex-general Thein Sein.

Hollande assegurou ainda que as atividades da petrolífera francesa Total estarão sob vigilância. Presente na Birmânia desde 1992, a empresa foi acusada no passado de enriquecer a junta militar então no poder.

Aung San Suu Kyi fica três dias em Paris. Sua agenda inclui ainda um discurso na Assembleia Nacional, no Senado e na Prefeitura da Capital, onde será condecorada "cidadã honorária da cidade de Paris". Seu último compromisso na cidade será uma conferência para mil estudantes, na Universidade Sorbonne.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.