Acesso ao principal conteúdo
Marselha/Tiroteio

Jovens são executados com tiros de kalachnikov em Marselha

Tiroteio com kalachinokov em Marseilha.
Tiroteio com kalachinokov em Marseilha. REUTERS/Jean-Paul Pelissier

Dois jovens morreram e um ficou gravemente ferido nesta quarta-feira em um tiroteio em Bleuet, um bairro popular de Marselha, ocorrido em plena luz do dia, segundo as autoridades. De acordo com a polícia, o motivo do crime teria sido um acerto de contas entre gangues.

Publicidade

Segundo testemunhas, diversos homens encapuzados e armados dentro de um Golf foram vistos perto do local. Os agressores fugiram e um veículo foi encontrado carbonizado nas redondezas, de acordo com as primeiras informações divulgadas pela polícia. As vítimas foram atingidas por tiros de kalachnikov.

O tiroteio aconteceu na manhã. desta quarta-feira. Na chegada da polícia, o ferido, um jovem de 18 anos, foi transferido ainda consciente para o hospital Laveran. Ele foi atingido no pescoço e no abdômem. O tiroteio aconteceu em frente aos prédios do bairro, situado no norte da cidade.

Diversos carros estacionados nas proximidades foram alvejados, de acordo com o prefeito do subdistrito 13, Garo Hoysepian. “Um novo acerto de contas  bem no momento em que a polícia trabalha para desmantelar o tráfico de droga na região nos causa uma dor muito grande”, disse o prefeito.

De acordo com uma fonte próxima da investigação ,as duas vítimas, de 22 anos, moravam no bairro e eram  e tinham ficha na polícia por pequanos delitos, mas não estavam envolvidos com traficantes.

Em 2012, Marselha registrou 24 mortes

Este é o quarto acerto de contas que acontece em Marselha desde o início do ano. No último sábado, um jovem de 25 anos foi atingido por tiros enquanto deixava a prisão de Baumettes. Em fevereiro, um outro jovem de 20 anos levou duas balas na cabeça e morreu na hora. No ano passado, 24 pessoas morreram em circunstâncias parecidas. Na maior dos casos, os crimes tinham uma relação com o tráfico de drogas na região.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.