Acesso ao principal conteúdo
França/Justiça

Diretora do FMI pode ser indiciada na França por fraude e desvio de dinheiro público

A diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, chegou na manhã desta quinta-feira, 23 de maio de 2013, à Corte de Justiça da República em paris para iniciar seu depoimento.
A diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, chegou na manhã desta quinta-feira, 23 de maio de 2013, à Corte de Justiça da República em paris para iniciar seu depoimento. REUTERS/Charles Platiau

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, começou a prestar depoimento à justiça francesa na manhã desta quinta-feira, 23 de maio de 2013, sobre um suposto caso de fraude e desvio de dinheiro público ocorrido em 2007, quando ela era ministra da Economia da França durante o governo do ex-presidente Nicolas Sarkozy.

Publicidade

A Corte de Justiça da República quer saber se Christine Lagarde praticou uma irregularidade ao interceder para que um amigo do ex-presidente Nicolas Sarkozy, o empresário Bernard Tapie, recebesse uma indenização de 400 milhões de euros do governo francês. 

A compensação ocorreu porque um banco público encarregado de vender a empresa de Tapie, a fabricante de material esportivo Adidas, não conseguiu realizar a operação.

Para o Ministério Público, Lagarde errou ao levar o caso a um tribunal de justiça arbitral, o que agilizou a indenização, e ao não recorrer para reduzir o valor. Segundo os críticos, o governo da época foi generoso demais com o dono da Adidas.

Os juízes devem questionar se a decisão que beneficiou Tapie veio do alto e se a relação do empresário com! Sarkozy teve algum peso. Em outra ocasião, Lagarde já disse que a decisão foi dela. Ela nega que houve irregularidades.

A diretora do FMI, que será ouvida até esta sexta-feira, pode ser indiciada por cumplicidade em fraude e desvio de recursos públicos. Em nota divulgada há dois meses, o conselho de administração da instituição disse ter confiança nela.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.