Acesso ao principal conteúdo
França/Greenpeace

Greenpeace pede libertação de ativistas em ação na Torre Eiffel

Um militante do Greenpeace pendurado em uma tenta presa ao segundo andar da Torre Eiffel, na capital francesa.
Um militante do Greenpeace pendurado em uma tenta presa ao segundo andar da Torre Eiffel, na capital francesa. AFP/Thomas Samson

Um militante do Greenpeace instalou-se neste sábado em uma tenda presa por um cabo ao segundo andar da Torre Eiffel, em Paris, para pedir a libertação dos 30 ativistas da ONG detidos pela Rússia, após uma ação contra a empresa estatal russa de energia no Ártico.

Publicidade

O homem segurava cartazes com os dizeres "Free the Artic 30" (Libere os 30 do Artigo) e "Militantes na prisão, clima em perigo". Ele permaneceu no local durante duas horas, sendo em seguida retirado pelo corpo de bombeiros.

 

Desde setembro, os tripulantes do navio da ONG em defesa do meio ambiente - de 18 nacionalidades - incluindo a bióloga brasileira Ana Paula Alminhana Maciel, de 32 anos, estão detidos em Mourmansk, noroeste da Rússia. Inicialmente acusados de pirataria, eles tiveram essa semana uma atenuação da acusação e devem ser julgados por vandalismo.

O Greenpeace já havia feito um pedido de apoio ao presidente francês, François Hollande, para que os militantes, um deles de nacionalidade francesa, deixem a prisão. A organização quer com essa ação pressionar a França para que incluía o tema na agenda do primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, que realiza uma visita a Rússia na próxima semana.

Já a Holanda, país onde a embarcação da ONG foi registrada, abriu um processo no Tribunal Internacional de Direito Marítimo para forçar a libertação dos ativistas.

Ação no Ártico

O barco "Arctic Sunrise" do Greenpeace foi interpelado pelas forças de segurança russas, depois que militantes escalaram uma plataforma de petróleo da Gazprom, gigante russa da energia, para instalar uma faixa denunciando os riscos ecológicos da extração de petróleo na região, que possui um ecossistema particularmente frágil. Para a Rússia, a utilização dos recursos naturais abundantes na grande área do Artigo ainda pouco explorados é uma questão estratégica.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.