Acesso ao principal conteúdo
França/tensão social

Governo de Hollande é alertado sobre tensão social na França

Manifestação na Bretanha, no dia 26/10/2013.
Manifestação na Bretanha, no dia 26/10/2013. © AFP /Fred Tanneau

O presidente François Hollande enfrenta graves dificuldades na França. Secretários de segurança pública de todo o país manifestaram ao ministro do Interior preocupação com as tensões sociais provocadas pela política econômica do governo socialista. Prefeitos alertaram governo sobre “uma sociedade à beira da cólera”, em documento revelado pelo jornal Le Figaro.

Publicidade

Uma nota oficial do ministério afirma que existe um questionamento cada vez maior da legitimidade dos aumentos de impostos decretados pelo Executivo, um descontentamento latente e uma resignação que pode se transformar em explosão social a qualquer momento.

Nas últimas semanas, o anúncio da cobrança de um novo imposto "verde" nas estradas provocou protestos violentos na região agrícola da Bretanha, no oeste do país, já fragilizada pela alta carga tributária. Manifestantes destruíram pórticos de cobrança da ecotaxa que tinham sido instalados para começar a cobrança a partir de 1° de janeiro. Intimidado, o governo francês suspendeu temporariamente a aplicação da ecotaxa, mas este recuo vai custar 83 milhões de euros por mês, 249 milhões de reais, aos cofres do Estado.

Os secretários de segurança pública sugerem ao governo socialista que desmonte os pórticos de cobrança da ecotaxa em todo o país. Eles se tornaram o símbolo físico de uma política econômica rejeitada em massa pela população. Apesar dos sacrifícios impostos pela gestão socialista, os índices econômicos continuam anêmicos. A França registou um crescimento de 0,1% do PIB no terceiro trimestre do ano e a Organização para a Cooperação Econômica, a OCDE, critica o Executivo pela falta de reformas estruturais, o único remédio para tirar o país da crise.

Prefeitos alertam governo

O jornal Le Figaro revelou nesta quinta-feira a existência de um texto confidencial de quatro páginas, datado de 25 de outubro, direcionado ao governo, onde prefeitos franceses alertam para um clima de tensão social crescente, de “uma sociedade à beira da cólera”. A carga tributária é, segundo o documento, « o principal motor de contestação contra a ação governamental”.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.