Acesso ao principal conteúdo
França/Leilão

Melhores vinhos da cave da sede do governo francês serão leiloados

Hotel Matignon, sede do governo francês em Paris.
Hotel Matignon, sede do governo francês em Paris. Benoît Granier/Matignon

Atenção amantes de bons vinhos! Por causa da crise, o governo francês decidiu leiloar mais uma cave excepcional do pais. Mil e 400 garrafas de excelentes vinhos da cave do Hotel Matignon, a sede do governo francês, serão vendidas pela casa de leilões Cornette de Saint Cyr no dia 6 de dezembro, na sala Drouot em Paris.

Publicidade

A quantidade de vinhos que será leiloada equivale a apenas 10% da reserva da sede do governo francês. As garrafas trazem o selo do Hotel Matignon. São vinhos produzidos em regiões vinícolas de prestígio internacional como Alsace, Bordeaux, Bourgogne ou Champagne.

Os lances iniciais variam entre 15 euros e 5.500 mil euros, isto é, entre 45 e 16 mil reais. Mas a expectativa é que a venda atinja muito mais como no leilão recente de parte da cave do Palácio do Eliseu da Presidência francesa, que rendeu 700 mil euros aos cofres públicos.

Obras de arte

"Os vinhos sofisticados franceses que vendemos são considerados como uma obra de arte, uma parte da história do país", disse a casa de leilões Saint Cyr para justificar o interesse dos colecionadores e investidores. A apelação que deve suscitar o maior interesse é o Romanée-Conti, safra 2004.

Além de arrecadar dinheiro para os cofres públicos, os assessores de Matignon informam que a venda também visa se desfazer de alguns vinhos considerados muito caros para serem servidos, em tempo de crise, aos convidados do primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault. Parte do dinheiro arrecadado com a venda será usada para renovar a cave do premiê com vinhos mais baratos.
 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.