Acesso ao principal conteúdo
França/Sarkoleaks

Justiça obriga site a retirar gravações que expõem Nicolas Sarkozy

O ex-presidente da França Nicolas Sarkozy e sua esposa, a ex-modelo e cantora Carla Bruni
O ex-presidente da França Nicolas Sarkozy e sua esposa, a ex-modelo e cantora Carla Bruni Reuters/Gonzalo Fuentes/File

Nesta sexta-feira, Nicolas Sarkozy obteve uma vitória no caso das gravações não autorizadas feitas por seu ex-conselheiro Patrick Buisson. O Tribunal de Grande Instância de Paris julgou procedente ação por atentado contra a privacidade movida pelo ex-presidente e por sua mulher, Carla Bruni, e determinou a retirada dos áudios do site Atlantico, primeiro veículo a divulgar as conversas. 

Publicidade

O Atlantico aceita a decisão, mas já informou que entrará com todos os recursos possíveis. Cada dia de atraso na retirada do material é passível de 5 mil euros de restituição por dia durante um mês tanto para Sarkozy quanto para Carla Bruni. Já na véspera do julgamento, o veículo tirou o áudio do ar, mas Bruni manteve a ação.

Jean-Sébastien Ferjou, diretor de publicação do site, defende que seu veículo respeitou a vida privada dos envolvidos e se limitou a difundir trechos curtos, apenas para "ilustrar a existências de um sistema de gravações elaborado por Buisson". De acordo com ele, o áudio mostra que o ex-conselheiro "traía Nicolas Sarkozy", já que "bastava eles (o ex-presidente e sua mulher) virarem as costas para começarem os comentários desrespeitosos".

As vítimas

Buisson foi condenado a pagar 10 mil euros ao ex-chefe por danos morais e seu advogado não informou se ele recorrerá da decisão. De acordo com ele, "o importante é que o áudio tenha sido tirado do ar". Buisson se diz vítima de furto das gravações, mas não sabe informar quem teria sido o responsável pelo roubo.

Para o advogado de Sarkozy, Thierry Herzog, "é uma decisão plenamente satisfatória". Richard Malka, que representa Carla Bruni, afirmou que "é imperativo defender o direito à privacidade" e saudou a decisão, que "vai de acordo com uma democracia moderna".
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.