Acesso ao principal conteúdo
França/Criminalidade

Famosa butique de luxo em Paris é assaltada

Vitrine da butique Colette em Paris.
Vitrine da butique Colette em Paris. ©colette.fr

Foi um assalto relâmpago! Dois homens armados invadiram na manhã deste sábado (22) butique de luxo Colette, uma das mais badaladas de Paris. Em poucos minutos, eles levaram, segundo uma primeira estimação, € 600.000 em produtos, principalmente relógios vendidos a cerca de € 13.000 cada.

Publicidade

Os dois assaltantes, armados com um fuzil e um machado, estavam mascarados. Eles invadiram a butique de luxo, localizada no primeiro distrito da capital francesa, às 10h da manhã. A loja ainda estava fechada para o público. Apenas um vigia e seis funcionários estavam no local.

Eles foram ameaçados pelos assaltantes e forçados a deitar no chão. Com o machado, um dos mascarados quebrou a vitrine com os relógios de luxo e pegou todos os produtos. O assalto durou apenas alguns minutos. Ninguém ficou ferido e os dois bandidos fugiram num scooter com uma placa falsificada.

Investigação

O caso está sendo investigado pela Brigada de Repressão à Criminalidade. Os investigadores estão analisando as imagens das câmeras de vídeo do local e o montante exato do prejuízo ainda está sendo calculado. A butique Colette fica na rua Saint-Honoré, perto da praça Vendôme, um dos lugares mais chiques de Paris, e alvo de assaltos frequentes nos últimos meses. O bairro chegou a ser cercado pela polícia após o roubo dessa manhã.

O nível de proteção da loja não é o mesmo de uma bijuteria tradicional. O local não tem, por exemplo, uma entrada protegida, apesar de vender produtos de luxo e de grande valor. A Colette, um “concept store” de 700 metros quadrados, é conhecida no mundo inteiro por lançar tendências. Ela vende principalmente roupas e acessórios exclusivos e em séries limitadas.

Nas redes sociais, os internautas fizeram comentários sarcásticos sobre o montante do prejuízo. Criticando os preços exorbitantes praticados pela butique, um tuíte disse que os € 600.000 roubados equivalem “a dois jeans e uma garrafa de água” vendidos na Colette.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.