Acesso ao principal conteúdo
França/Rússia

Hollande diz que Putin será bem-vindo na festa do Desembarque

O presidente francês, François Hollande, acende chama em homenagem ao soldado desconhecido no Arco do Triunfo, em Paris.
O presidente francês, François Hollande, acende chama em homenagem ao soldado desconhecido no Arco do Triunfo, em Paris. REUTERS/Alain Jocard

A Europa lembra nesta quinta-feira (8) os 69 anos da rendição da Alemanha nazista, marco do fim da Segunda Guerra Mundial em maio de 1945. Na França, a data é feriado. Após a homenagem aos heróis e mortos no conflito, o presidente francês, François Hollande, falou sobre a situação de Vladimir Putin perante os europeus no conflito ucraniano.

Publicidade

Como manda a tradição, Hollande prestou uma homenagem ao general Charles de Gaulle, que liderou as Forças Francesas Livres durante a guerra e mais tarde fundou a Quinta República Francesa (1958). O líder socialista depositou flores no túmulo do soldado desconhecido no Arco do Triunfo, em Paris.

Após a cerimônia, Hollande declarou que, no próximo dia 6 de junho, a França vai celebrar os 70 anos do Desembarque dos alidos na Normandia. A ofensiva foi essencial para a vitória sobre os nazistas na Segunda Guerra Mundial. Para essa cerimônia, Hollande disse que Putin será bem-vindo. "Podemos ter nossas divergências com Vladimir Putin, mas nunca esqueceremos que o povo russo perdeu milhões de vida nessa guerra", declarou o chefe de Estado francês.

Mais cedo, o ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian, havia declarado que a presença de Putin na Normandia era normal. "O contrário seria um insulto aos cidadãos russos que perderam a vida na guerra", comentou o ministro. "Eu não vejo por que razão nós impediríamos a presença do presidente do povo russo, que perdeu 9 milhões de pessoas na batalha contra o nazismo", acrescentou Le Drian. 

Ontem, a União Europeia concordou em ampliar as sanções impostas à Rússia, devido ao seu papel na crise ucraniana. Os europeus já puniram 48 personalidades russas próximas de Putin com proibição de vistos de viagem para a Europa e o congelamento de bens. Em conjunto com os países do G7, os europeus também anularam a participação na cúpula do G8, que estava marcada para junho em Sochi, na Rússia.

A França organiza uma cerimônia com grande pompa para celebrar os 70 anos do desembarque dos aliados na Normandia. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a rainha da Inglaterra, Elizabeth II, e dezenas de líderes europeus já confirmaram presença.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.