Acesso ao principal conteúdo
França/Geórgia

Francesa bloqueada na Geórgia com paracetamol na mala é solta pela Justiça

Credit: Flickr/CC/Sam_Catch

Uma das duas francesas presas na Geórgia porque tinha na mala um remédio a base de paracetamol foi libertada nesta sexta-feira (8) pela Justiça do país. O medicamento é autorizado na França mas proibido na república caucasiana.

Publicidade

"O pesadelo acabou", disse Arzu Bilici, uma dona de casa de 41 anos de Brumath, na Alsácia. Ela ficou nove dias bloqueada na Geórgia e agora está na Turquia, onde chegou na quinta-feira. Hatice Kaynar, uma outra francesa de origem turca, continua presa na Geórgia pelo mesmo motivo.

Antes de deixar o país, a dona de casa precisou pagar uma multa de € 2500 euros por posse de paracetamol com codeína, substância considerada como um entorpecente na Geórgia. Ela também está proibida de dirigir no país, mas declarou que não pretende voltar. "Esta é a primeira e última vez que venho aqui", afirmou.

Francesa dormiu dentro do carro

Nos dias em que passou detida, Arzu teve que dormir dentro do carro em frente à delegacia. Agora que está livre, a francesa pretende passar dez dias de férias com sua família na Turquia antes de voltar para a França.

O Ministério das Relações Exteriores francês publicou um aviso em seu site prevenindo que a substância não é autorizada para importação na Geórgia. O site recomenda aos viajantes que verifiquem a lista de remédios autorizados e tenham sempre uma cópia das receitas.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.