Acesso ao principal conteúdo
Medicina/Coração artificial

Segundo paciente a receber coração artificial francês recebe alta e "leva vida normal"

Imagem do coração artificial fabricado pela empresa francesa Carmat.
Imagem do coração artificial fabricado pela empresa francesa Carmat. Reprodução CARMATSA

O segundo paciente francês a receber um coração artificial deixou o hospital, depois de cinco meses internado, e leva uma vida normal. A revelação foi feita nesta segunda-feira (19) pelo o cardiologista Alain Carpentier, inventor da prótese fabricada pela francesa Carmat.

Publicidade

O homem de 68 anos, que não teve a identidade revelada por uma questão ética, segundo o médico, passou cinco meses no hospital depois da cirurgia. Com uma recuperação considerada “um milagre”, nas palavras de Carpentier, o paciente teve alta no dia 2 de janeiro e foi para casa sem despertar a atenção da imprensa.

Com a divulgação do sucesso da segunda cirurgia, as ações da fabricante Carmat deram um salto hoje de 15% na bolsa de valores de Paris.

Paciente administra equipamento

As únicas informações conhecidas do paciente são que ele mora perto da cidade de Nantes, no oeste da França, é casado, pai de dois filhos e colecionador de armas antigas. Em casa, ele administra sozinho o equipamento externo de três quilos que monitora suas atividades cardíacas e mantém ligado o coração artificial. A alimentação elétrica é feita por baterias recarregáveis.

Todos os instrumentos de controle ficam em um cinto e uma sacola que o paciente carrega com ele 24 horas. Tudo funciona tão bem que ele já recebeu autorização para visitar familiares uma vez por semana.

Primeiro paciente a receber prótese morreu

Este é o segundo paciente da experiência pioneira do coração artificial. Claude Dany, o primeiro homem a receber a prótese, fabricada pela empresa francesa Carmat, morreu 74 dias depois da cirurgia.

De acordo com Carpentier, a segunda operação foi bem sucedida porque o paciente era mais jovem, com funções renais e hepáticas pouco comprometidas e com pulmões saudáveis. A segunda prótese também passou por ajustes antes de ser implantada no paciente de Nantes.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.