Acesso ao principal conteúdo
França/Vandalismo

Cemitério católico é vandalizado na Normandia

Jean Bedez, prefeito de Tracy-sur-Mer, na Normandia, fala à TV francesa em frente ao cemitério católico vandalizado.
Jean Bedez, prefeito de Tracy-sur-Mer, na Normandia, fala à TV francesa em frente ao cemitério católico vandalizado. Reprodução Youtube

A polícia francesa registrou mais um ato de vandalismo contra sepulturas. Vários túmulos de um cemitério católico da cidade de Tracy-sur-Mer, na Normandia (noroeste), foram vandalizados nessa terça-feira (17). Dezenas de crucifixos foram retirados das lápides e jogados no chão.

Publicidade

Os novos atos de depredação foram condenados pelas autoridades e aconteceram depois da profanação de 250 sepulturas de um cemitério judaico em Sarres-Union, no leste da França, descoberta no último domingo.

Em sua conta no Twitter, o primeiro-ministro Manuel Valls demonstrou indignação com o novo incidente e pediu um basta a este tipo de ação no país. Um grupo de peritos chegou na manhã desta quarta-feira (18) à pequena cidade de Tracy-sur-Mer para investigar o caso. O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, declarou que a polícia está mobilizada para identificar e deter os autores do ataque, que "revolta e agride os valores de respeito mútuo". 

Cemitério judaico

Os cinco adolescentes com idades de 15 a 17 anos detidos após a depredação do cemitério judaico serão apresentados hoje a um juiz de menores. Eles confessaram a responsabilidade no incidente, mas negaram ser antissemitas. A versão dos jovens, que não têm antecedentes criminais, não é aceita pela comunidade judaica da Alsácia, que exige uma sanção rigorosa da justiça.

Os cinco adolescentes poderão ser indiciados por "vandalização de sepulturas com motivação religiosa". Ontem, o presidente François Hollande esteve no cemitério judaico, onde fez um discurso emocionado contra o antissemitismo, um fenômeno em forte alta na França.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.