Acesso ao principal conteúdo
Convidado

A estranha aritmética do próximo governo em Portugal

Áudio 05:16
O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, e Cavaco Silva, Presidente da República Portuguesa, a 6 de Outubro de 2015.
O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, e Cavaco Silva, Presidente da República Portuguesa, a 6 de Outubro de 2015. REUTERS/Rafael Marchante

O Presidente português, Aníbal Cavaco Silva, nomeou na quinta-feira como primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho. Segundo disse, a nomeação do primeiro-ministro cessante deve-se ao facto de ele ser o chefe da coligação que ganhou as eleições legislativas de 4 de Outubro. O Professor de Ciências Políticas, Adelino Maltez, comenta a difícil aritmética do próximo governo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.