Acesso ao principal conteúdo
Imprensa Semanal

China/Argélia, Brexit e agora França e Alemanha?

Áudio 04:00
Capas de magazines news franceses de 02 de julho de 2016
Capas de magazines news franceses de 02 de julho de 2016 RFI

Abrimos esta Imprnesa Semanal, com a JEUNE AFRIQUE, que faz a sua capa com ChinArgélia. Primeiro destino dos investimentos e dos cidadãos chineses no Magrebe o império sino-argelino deixou de ser o que era. A JEUNE AFRIQUE, faz uma viagem exclusiva ao coração duma citadela ameaçada pela queda dos preços do petróleo e pela crise financeira.Por seu lado, a edição francesa do AFRICA CONFIDENTIAL, destaca Zimbabué: um acordo sobre a dívida. Os credores internacionais aceitaram o plano do governo para resolver positivamente os cerca de mil milhões e 860 mil dóares de dívidas em atraso às insituições financeiras internacionais. Uma decisão que marcar o regresso do Zimbabué ao sistema financeiro internacional, nota AFRICA CONFIDENTIAL.L'OBS, faz um dos seus principais dossiers com a Europa e a pergunta, do Brexit ao Frexit? Mélenchon, Marine Le Pen, Montebourg, Le Maire, após o referendo britânico os pretendentes às presidenciais de 2017 rivalizam-se em propostas para refundar a Europa, ou na pior das hipóteses, demolir a Europa.Tambema a publicação, LE POINT, faz a sua capa com Brexit, titulando, Audácia ou decadência sob fundo das fotos do Presidente francês, Hollande e da chanceler alemã, Merkel.Refazer a Europa, é o tema de capa do L'EXPRESS. Brexit é uma possibilidade para uma nova união. Finalmente a Europa federal é acessível, o que não significa de modo nenhum o fim das nações, a partir do momento em que alguns países façam fusão das suas políticas fundamentais, observa L'EXPRESS.É ainda L'EXPRESS que traz uma longa entrevista, com a Presidente do Brasil, Dilma Roussef a dizer que Lula da Silva será candidato às presidenciais. Todas as sondagens, e apesar da tentativa de destruição da sua imagem, Lula continua a ser a pessoa mais amada no Brasil, acrescenta L'EXPRESS.    

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.