Acesso ao principal conteúdo
FRANÇA

França: sequestro numa igreja termina com a morte de padre

Polícia francês perante a Câmara municipal de Saint-Etienne-du-Rouvray, 26 de Julho de 2016.
Polícia francês perante a Câmara municipal de Saint-Etienne-du-Rouvray, 26 de Julho de 2016. REUTERS/Pascal Rossignol

Um padre morreu esta manhã durante um sequestro levado a cabo por dois homens armados numa igreja perto de Rouen, norte da França. Os dois atacantes foram abatidos pelas autoridades. 5 pessoas tinham sido feitas reféns dentro da igreja.

Publicidade

Um dos outros cinco reféns terá ficado gravemente ferido.

O padre que morreu terá sido degolado no local.

Os agressores teriam entrado na igreja munidos de navalhas.

O presidente da república, originário de Rouen, principal cidade de Seine Maritime, norte da França, deslocou-se ao terreno tendo atribuído a origem do ocorrido ao autoproclamado Estado Islâmico.

François Hollande afirmou que a França está perante um novo momento difícil. "A ameaça mantém-se muito elevada. O Daech (Estado Islâmico) declarou-nos a guerra". "O que querem fazer estes terroristas é dividir-nos, devemo-nos manter em coesão, num conjunto, num bloco que ninguém deve dividir."

O chefe de Estado afirmou-se solidário com os católicos e acrescentou que receberia esta noite Monsenhor Lebrun, arcebispo de Rouen. Na manhã de quarta-feira o presidente vai reunir a Conferência dos representantes dos cultos.

Este sequestro coincide com a abertura em Cracóvia, na Polónia, das Jornadas mundiais da juventude, fórum que reúne em torno do Papa cerca de um milhão de peregrinos católicos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.