Acesso ao principal conteúdo
França

União das religiões em França

Muçulmanos entraram em igrejas francesas.
Muçulmanos entraram em igrejas francesas.

Dezenas de muçulmanos entraram em igrejas por todo o país, isto após o apelo dos religiosos para que neste fim-de-semana houvesse uma comunhão entre religiões.

Publicidade

Em França, dezenas de muçulmanos decidiram entrar em igrejas de todo o país para rezar com os católicos à memória do padre Jacques Hamel, assassinado há cinco dias durante a missa, por dois jihadistas, na igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray. Eis a resposta dos diversos cultos ao apelo dos religiosos para que neste fim-de-semana houvesse uma comunhão entre religiões.

Manuel da Silva, português residente em Saint-Etienne du Rouvray desde os anos 50, afirmou que tanto no Islão como no cristianismo nunca nenhum Deus pediu para matar ninguém.

François Pereira, lusodescendente residente em Saint-Etienne du Rouvray, descreveu a proximidade entre uma das igrejas e a mesquita da cidade.

O lusodescedente e residente em Saint-Etienne du Rouvray, José Gonçalves, abordou os encontros entre a comunidade cristã e muçulmana nessa cidade.

 

De notar que o primo de Abdel Malik Petitjean, um dos autores do ataque jihadista, foi indiciado e detido este domingo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.