Acesso ao principal conteúdo
França / Airbus

Airbus anuncia supressão de 1.164 postos de trabalho

Um Airbus A350-durante uma demonstração em Colomiers, perto de Toulouse, a 24 de Novembro de 2016
Um Airbus A350-durante uma demonstração em Colomiers, perto de Toulouse, a 24 de Novembro de 2016 REUTERS/ Regis Duvignau

A Direcção do grupo Airbus, com sede em Toulouse, anunciou esta Terça – feira a futura supressão de 1.164 postos de trabalho em toda a Europa, e o fecho da sua unidade de Suresnes, perto de Paris, no âmbito dum plano de reestruturação. Airbus promete evitar despedimentos, enquanto os sindicatos duvidam da estratégia da construtora.

Publicidade

A Airbus, que emprega cerca de 140.000 pessoas, a nível mundial, revelou esta medida durante a reunião do comité de empresa para a Europa, que se realizou em Toulouse, sublinhando a sua vontade de concluir as negociações com os trabalhadores até meados de 2018.

A Direcção da Airbus explica que aquela medida se enquadra num conjunto de medidas postas em prática no âmbito da fusão das suas estruturas, e avança que apostará em medidas tendentes a evitar despedimentos, ou seja, “despedimentos voluntários”, mobilidade geográfica dos seus trabalhadores, e muito provávelmente a não substituição de trabalhadores que partem para a reforma.

Mas os sindicatos afirmam duvidar das razões evocadas pela Direcção da Airbus, e da sua estratégia, estimando tratar-se duma lógica financeira,  já que o grupo possui actualmente encomendas cujo valor atinge  mil biliões de euros, ou seja, de oito a dez anos de produção.

De referir ainda que a Airbus prevê a criação de 230 postos de trabalho ligados às novas competências informáticas, para alcançar a transformação digital do grupo.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.