Acesso ao principal conteúdo
Política/França

França: socialistas antes do escrutínio para primária

Os candidatos à primária de esquerda antes do escrutínio do dia 22 . 19 de Janeiro de 2017
Os candidatos à primária de esquerda antes do escrutínio do dia 22 . 19 de Janeiro de 2017 REUTERS/Eric Feferberg/Pool

O terceiro debate televisivo a contar para primária do Partido Socialista francês foi visto por 3,1 milhões de telespectadores, isto é, menos de dois milhões que o terceiro debate da primária da direita , transmitido igualmente pelo canal público, France. O debate ocorre num momento em que os socialistas franceses estão desacreditados junto do eleitorado de esquerda.

Publicidade

 

 Segundo um dos responsáveis pela organização da primária socialista, cujo escrutínio decorre nos dias 22 e 29 de Janeiro, o importante é que a escolha do candidato do Partido Socialista resulte num sucesso. Desde 2012 que milhares de simpatizantes afastaram-se , bem como muitos militantes retiraram-se do Partido, enfraquecendo o que era até a eleição de François Hollande, a principal força da esquerda francesa. Interrogados logo a seguir ao debate de quinta-feira, alguns smpatizantes consideram a postura de François Hollande como uma traição ao eleitorado que o elegeu à presidência da República francesa.

  Dos sete candidatos à primária do Partido Socialista, cinco foram ministros de François Hollande. O ex-Primeiro-Ministro Manuel Valls defendeu o balanço de François Hollande, criticado designadamente por Arnaud Montebourg e Benoît Hamon, respectivamente antigos ministros da Economia e da Educação durante o quinqénio de Hollande. Hamon, que parece ser o único candidato ainda a beneficiar da credibilidade de um sector do eleitorado de esquerda, poderia segundo os analistas vencer a primária do Partido Socialista. Esta última não suscitou o interesse de um público vasto, contráriamente à sua homóloga de direita.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.