Acesso ao principal conteúdo
França

França : estudante de 17 anos detido depois de tiroteio num liceu

Liceu de Tocqueville, na cidade de Grasse, no sudeste da França.
Liceu de Tocqueville, na cidade de Grasse, no sudeste da França. Reprodução/Google Maps

As autoridades francesas activaram o alerta de atentado depois de um tiroteio no liceu Alexis de Tocqueville, em Grasse, no sul da França.

Publicidade

O porta-voz do Ministério do Interior francês informou que do tiroteio resultaram três feridos graves: o director e dois alunos atingidos por balas.

O autor do tiroteio era um aluno que abriu fogo no liceu encontrava-se fortemente armado. O jovem, de 17 anos, tinha na sua posse um fuzil, uma pistola, um revolver e duas granadas e foi detido, ao início desta tarde de quinta-feira, pelas autoridades.

Christian Estrosi, presidente da região Provence-Alpes-Côte d'Azur afirmou que "a polícia não está orientada para a pista terrorista" e apontou para o facto de o jovem autor do tiroteio ser "alguém que tem problemas psicológicos"

O reitor da Academia de Nice anunciou a criação de um gabinete de crise e todos os estabelecimentos escolares de Grasse foram encerrados.

A ministra francesa da Educação, Najat Vallaud-Belkacem, deslocou-se até ao local. Também o primeiro-ministro francês Bernard Cazeneuve encurtou a visita que estava a realizar ao departamento da Somme, no norte do país, e viajou de helicóptero até Grasse.

Ainda esta manhã, uma pessoa ficou ferida depois de uma pequena explosão nos escritórios do Fundo Monetário internacional (FMI) em Paris. A polícia francesa informou que o incidente foi provocado por um engenho de fabrico caseiro colocado numa carta, que provocou ferimentos numa secretária da organização.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.