Acesso ao principal conteúdo
França

Marine Le Pen pode perder imunidade parlamentar

Marine Le Pen, candidata às Eleições Presidenciais francesas.
Marine Le Pen, candidata às Eleições Presidenciais francesas. REUTERS/Christian Hartmann

O Parlamento Europeu iniciou esta quarta-feira o processo para retirar a imunidade parlamentar a Marine Le Pen, candidata da Frente Nacional às presidenciais francesas.

Publicidade

A candidata do partido de extrema-direita, Frente Nacional, às presidenciais francesas tinha a 10 de Março recusado a convocatória para comparecer perante um juiz no âmbito da investigação das suspeitas de empregos fictícios no Parlamento Europeu, tendo na altura invocado a respetiva imunidade e denunciado uma operação política.

Após um pedido das autoridades francesas, os deputados europeus decidiram avançar para o início do processo para retirar a imunidade parlamentar de Marine Le Pen.

O processo para retirar a imunidade leva vários meses a concretizar-se. No entanto cada vez que um processo é iniciado, chega-se a uma destituição.

A presidente da Frente Nacional não vai ser convocada antes do 7 de Maio, dia da segunda volta das eleições presidenciais. Recorde-se que Marine Le Pen terá Emmanuel Macron por adversário.

De referir ainda que os parlamentares europeus já sancionaram Marine Le Pen quando esta recusou-se a reembolsar 300 mil euros ao Parlamento Europeu. Agora a presidente da Frente Nacional recebe metade dos seus benefícios, cerca de 3 mil euros por mês.

Ouça a Crónica sobre Marine Le Pen.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.