Acesso ao principal conteúdo
Política/França

França: Presidente Macron aborda com Angela Merkel refundação europeia

Chanceler Angela Merkel acollhe em Berlim o Presidente da França, Emmanuel Macron. 15 de Maio de 2017
Chanceler Angela Merkel acollhe em Berlim o Presidente da França, Emmanuel Macron. 15 de Maio de 2017 Reuters/路透社

Na sua primeira viagem ao estrangeiro como Presidente da França, Emmanuel Macron preconizou em Berlim perante a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, a refundação da União Europeia. A proposta do novo Chefe de Estado francês é efectuada, com em pano de fundo, a escalada dos populismos na Europa e o Brexit de Londres. 

Publicidade

 

O Presidente Emmanuel Macron lançou em Berlim a proposta para a refundação da União Europeia, mas a implementação do projecto, dificilmente poderá ocorrer antes das legislativas em França e na Alemanha. Os franceses vão novamente às urnas nos dias 11 e 18 de Junho para eleger a sua Assembleia. Na Alemanha , as eleições ao Bundestag terão lugar no dia 24 de Setembro. Angela Merkel vai candidatar-se uma quarta vez a função de chanceler da Alemanha, por conseguinte comprometer-se em encetar reformas no plano europeu, seria , de acordo com os analistas, uma iniciativa politicamente arriscada para a chanceler alemã.

 

Antes de mudanças no funcionamento da União Europeia, Berlim tenciona encorajar Emmanuel Macron a reformar o mercado do trabalho em França, bem como a sanear as finanças públicas da segunda maior economia da União Europeia. A recomendação alemã já se tornou uma antífona cantada aos predecessores de Macron , por Angela Merkel. A Senhora Merkel não excluiu contudo, a possibilidade de contribuir para mudanças nos tratados europeus. Segundo os analistas, não é senão uma reacção típica de Angela Merkel, que não assumiu um compromisso, mas disse que iria analisar a proposta de Emmanuel Macron.

Sublinhe-se que uma das propostas do Presidente francês é a criação de um posto de ministro das Finanças único, bem como um orçamento comum, para a zona euro. Para que os tratados europeus sejam modificados é necessário o consenso entre os 28 Estados membros, uma vez que o Brexit ainda não foi concluído.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.