Acesso ao principal conteúdo
Artes

O Sopro de Tiago Rodrigues em Avignon

Áudio 08:29
Sofia Dias (esq) e Cristina Vidal (dta) durante os ensaios da peça "Sopro" de Tiago Rodrigues
Sofia Dias (esq) e Cristina Vidal (dta) durante os ensaios da peça "Sopro" de Tiago Rodrigues BORIS HORVAT / AFP

A peça Sopro de Tiago Rodrigues estreou na sexta-feira passada em Avignon. Sala cheia para ver e ouvir a história de Cristina Vidal, a ponto do Teatro Nacional Dona Maria II.Esta é a peça de quem ao longo de quase quarenta anos de teatro nunca saiu da sombra. Aqui, no Festival de Avignon, é Cristina Vidal que está no centro do palco.No espaço do Cloître des Carmes, Tiago Rodrigues imaginou as ruínas de um teatro, Cristina Vidal, que passou quatro décadas a salvar os actores de falhas de memória, é, aqui, nestes claustros a memória de um teatro. O espectáculo tem ainda interpretação de Beatriz Brás, Isabel Abreu, João Pedro Vaz, Sofia Dias e Vítor Roriz.Esta é a segunda participação de Tiago Rodrigues no Festival de Avignon, porém a primeira com uma estreia no certame. Em 2015, apresentou “António e Cleópatra”.As nove récitas de Sopro que integra a programação oficial do festival já se encontram esgotadas.A 71ª edição do Festival de Avignon, França, começou a 7 de Julho e decorre até ao dia 30 de Julho.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.