Acesso ao principal conteúdo
França

Florian Philippot abandona FN

Florian Philippot sur RFI.
Florian Philippot sur RFI. RFI

O dirigente do partido francês de extrema-direita e considerado o braço direito da líder Marine Le Pen, Florian Philippot, anunciou esta quinta-feira a sua saída da Frente Nacional.

Publicidade

O vice-presidente do partido de extrema-direita Frente Nacional (FN), Florian Philippot viu a sua posição política mudar para vice-presidente não executivo - na quarta-feira, depois de se recusar a deixar a presidência de uma associação denominada "Os Patriotas".

"Não gosto do ridículo, não gosto de não fazer nada, então é claro que deixo a Frente Nacional", afirmou Florian Philippot esta quinta-feira. "O meu compromisso político permanece intacto (...) continuarei a lutar", acrescentou.

Florian Philippot tornou-se em 2011 o director estratégico da campanha presidencial de Marine Le Pen e é desde então uma das figuras mais mediática deste partido de extrema-direita francês.

Defensor da soberania francesa e opositor ao euro, Florian Philippot não tinha uma relação pacífica com todos os dirigentes do partido, mais liberais na área económica e mais preocupados com a luta contra a imigração e o "islamismo".

A tensão dentro da FN piorou desde a derrota de Marine Le Pen na segunda volta das presidenciais, em Maio passado. A FN alcançou cerca de 11 milhões de votos  na segunda volta das eleições (34%), mas derrota para Emmanuel Macron abriu uma crise de identidade no partido.

Recentemente, Marine Le Pen prometeu reformular o seu partido com um novo nome e um novo programa a partir do congresso programado para Março.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.