Acesso ao principal conteúdo
Desporto

Cabo Verde no Mundial, sonho, milagre ou realismo?

Áudio 05:47
Lúcio Antunes, seleccionador de Cabo Verde, já não sonha com o Mundial de futebol na Rússia
Lúcio Antunes, seleccionador de Cabo Verde, já não sonha com o Mundial de futebol na Rússia SEYLLOU / AFP

No programa programa desportivo, destaque para o Mundial de futebol, em junho, na Rússia, e os jogos de apuramento do último fim-de-semana.  Os Tubarões Azuis, de Cabo verde, recebiam no último sábado em casa o Senegal e quando toda a gente já falava em vitória e a presença da selecção cabo-verdiana no Mundial da Rússia, eis que o Senegal ganha por 2/0.O seleccionador caboverdiano, Lúcio Antunes, foi logo peremptório: "acabou o sonho”, Cabo Verde, não estará, uma vez mais, na Copa.Mas Cabo Verde, ainda vai jogar no dia 6 de novembro contra o Burkina Faso e matematicamente pode ganhar, e todas as outras equipas africanas que jogam entre 6 e 14 de novembro, como a África do sul, Senegal ou Burkina Faso, perderem, e acontecer agora não o sonho, mas o milagre.Não é bem assim que o nosso entrevistado, Genito, treinador da selecção dos campeonatos internos, pensa. Aceita a matemática, mas diz que devemos ser realistas.Tiveram mais sorte, a Nigéria que já está apurada, ao ganhar a Zâmbia por 1/0 ou o Egipto, que obteve também o seu passaporte para a Rússia, ao bater o Congo por 2/0.Por cá, a França foi ganhar no sábado a Bulgária por 1/0, mas ainda não está apurada, esperando pelo jogo de amanhã frente à Bielorússia.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.