Acesso ao principal conteúdo
Revista de Imprensa

Greve e violência em prisões de França

Áudio 04:15
Primeiras páginas dos jornais franceses de 25 de janeiro de 2018
Primeiras páginas dos jornais franceses de 25 de janeiro de 2018 RFI

As primeiras primeiras páginas dos jornais diários franceses, continuam dominadas por questões de sociedade, mas ainda assim há, destaques sobre a intervenção da Turquia contra os curdos na Síria, entre outros. LE MONDE, titula, Prisões: o governo confrontado com uma uma situação explosiva.Ontem 16 prisoes  foram afectadas, com o governo a dizer que há discussões  em curso pelo ministério da justiça. A ministra Nicole Belloubet foi apanhada de surpresa  pela dimensão da greve.Mas também o primeiro sindicato dos guardas prisionais que acabou por apelar a greve. Em certas prisões, não há ronda nocturna  e os prisioneiros não têm acesso a banhos de choveiro nem a saídas para exercitarem as pernas nos corredores das prisões e tão pouco podem receber visitas. Antes da intervenção da polícia de segurança na quarta-feira, o estabelecimento prisional de Besançon estava paralisada e nem sequer chegava a alimentação, sublinha LE MONDE.LIBÉRATION, titula sobre os novos cowboys do espaço. Guerra de foguetões, Ariane satelisada por SapaceX. Em poucos anos a empresa do bilionário americano Elon Musk impos-se no mundo da industria aeroespacial  e agora faz tremer gigantes como a estrela europeia. Musk e Bezos, os dois louquinhos do espaço. Os dois bilionários lançam-se numa corrida desenfreada ao transporte aero e espacial low cost, o Musk apostado no lançamento de satélites e Bezos no turismo suborbital, sublinha LIBÉRATION.Por seu lado, LE FIGARO titula, novo 12° dos liceus abre-se a provas contínuas. Um relatório de Jean Michel Blanquer entregue ao ministério da educação nacional, propõe que as notas do 11° e 12° anos tenham 40% na obtenção do exame final dos liceus. O relatório poe em causa a actual arquitectura dos liceus que quer que seja mais leve e melhor articulada com o ensino superior, sublinha LE FIGARO.Em relação à actualidade internacional, LE FIGARO, destaca que  na Síria , Erdogan esbarra-se com a resistência dos curdos.Após ter lançada no sábado uma ofensiva militar no enclave curdo de Afrina, a Turquia afirma agora avançar para o assalto de Manbij, no norte da Siria, onde poderia esbarrar-se com soldados americanos. Mas em Afrina, há uma grande resistência dos curdos que enfrentam destemidamente forças da Turquia e apelam a população local a pegar em armas contra forças turcas, nota LE FIGARO. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.