Acesso ao principal conteúdo
FRANÇA

França: Paris paralisada pela neve

Paris 7/2/2018
Paris 7/2/2018 Cortesia: Thierry Jouve

Mais de 900 veículos continuam bloqueados na região de Paris onde fortes precipitações de neve têm gerado muitas perturbações desde a tarde de terça-feira. Nenhum autocarro circula e os engarrafamentos atingem 150 kms.

Publicidade

Confira aqui em imagens o rosto de Paris nesta quarta-feira !

{{ scope.counterText }}
{{ scope.legend }}© {{ scope.credits }}
{{ scope.counterText }}

{{ scope.legend }}

© {{ scope.credits }}

Foram milhares as pessoas a ficar alojadas em centros de acolhimento, estações ou aeroportos na região de Paris.

Em Orly, uma das plataformas aeroportuárias parisienses, muitos passageiros de voos cancelados devido à neve passaram a noite deitados no chão da aerogare.

Na noite passada registavam-se 739 kms de engarrafamentos, esta manhã o número descera para cerca de 150 kms.

O porta-voz do ministério da administração interna, Frédéric de Lanouevelle, alegou estar-se "perante circunstâncias excepcionais".

Também noutras regiões como Pays de la Loire, no Oeste, e do Poitou, Sudoeste, até Ardennes (nordeste) os nevões têm gerado grandes perturbações.

No início da manhã Paris contava com um manto de neve de 12 centímetros.

As autoridades apelam a que os automobilistas deixem o carro em casa e a companhia ferroviária aconselha a que os passageiros adiem as suas deslocações.

A circulação foi proibida aos camiões desde a tarde de ontem.

A situação poder-se-ia tornar crítica na próxima noite com uma baixa de temperaturas, até dez graus negativos- e o preocupante fenómeno do gelo, alegam os meteorologistas.

Foi accionado um plano "alerta frio intenso" visando encontrar locais de acolhimento para os sem abrigo com 649 lugares extra só na região de Paris.

Os nevões ocorrem logo após semanas de forte precipitação que provocaram cheias de vários rios, incluindo o Sena em Paris.

Uma situação que continua a gerar constrangimentos na circulação fluvial e de comboios na capital francesa por o caudal do rio continuar acima do nível habitual.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.