Acesso ao principal conteúdo
França

França: Jérôme Cahuzac tenta evitar prisão

O ex-ministro francês do Orçamento, Jérôme Cahuzac.
O ex-ministro francês do Orçamento, Jérôme Cahuzac. REUTERS/Philippe Wojazer TPX IMAGES OF THE DAY

Em França, o ex-ministro Jérôme Cahuzac volta perante os juízes para tentar reduzir a pena em primeira instância, ele que foi condenado a três anos de prisão efectiva em finais de 2016.

Publicidade

O antigo detentor da pasta do Orçamento foi condenado a 8 de Dezembro de 2016 a três anos de prisão por fuga ao fisco e branqueamento de dinheiro, através de uma conta num banco suíço que nunca declarou às Finanças francesas.

Este caso, que envolve o ex-responsável do governo pelo combate à evasão fiscal, representou o maior escândalo da presidência de François Hollande.

Jérôme Cahuzac e os seus advogados têm até dia 21 de Fevereiro para convencer os juízes a reduzirem a pena de prisão. No entanto o político francês vai ter novamente de dar satisfações quanto à fuga fiscal e ao branqueamento de capitais, isto entre 2003 e 2013.

Jérôme Cahuzac não quer ir para a prisão, e sabe que se a pena for reduzida para menos de dois anos, poderá pedir para cumprir a pena sem ter de passar pela cadeia.

Ouça a Crónica sobre Jérôme Cahuzac.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.