Acesso ao principal conteúdo
França

França : Reformados protestam nas ruas

Reformados a manifestar na praça da Opera em Paris
Reformados a manifestar na praça da Opera em Paris CHRISTOPHE ARCHAMBAULT / AFP

Os reformados, mas também os funcionários dos Ehpad (Lares reservados aos idosos dependentes) estão a desfilar em conjunto para denunciar o aumento dos impostos, a queda do poder de compra e as más condições de trabalho nos lares para 3ª idade. Um total de 161 manifestações estão a decorrer hoje (dia 15) em 95 distritos franceses segundo as organizações sindicais.

Publicidade

A decisão do Presidente francês Emmanuel Macron de aumentar em 1,7%o CSG (Contribuição Social Geral), um imposto para contribuir ao financiamento da segurança social, tem provocado uma onda de revolta em França.

O aumento abrange 60% dos 16 milhões de reformados do país.

Este aumento terá consequências sobre os valores das pensões e vai diminuir o poder de compra dos reformados em situações, já de si precárias.

Os reformados consideram-se abandonados pelo governo francês que apenas estaria a favorecer os empregados activos.

Pela primeira vez, as manifestações dos reformados franceses foram organizadas em conjunto com os trabalhadores dos lares de idosos dependentes (Ehpad, Etablissement d'hébergement pour personnes âgées dépendantes) e os auxiliares de serviços fornecidos em casa para os idosos.

A contestação social do pessoal da saúde já dura desde Janeiro mas as revindicações não foram ouvidas pelo governo.

Estes reclamam mais meios humanos e financeiros para poder cumprir o seu trabalho com dignidade.

Perante a mobilização do pessoal de saúde, a Ministra da saúde, Agnès Buzyn, prometeu desbloquear 50 milhões de euros para os Ehpad, uma resposta muito abaixo das espectativas dos sindicatos.

Várias cidades francesas de 95 distritos tais como Paris, Bordéus, Rennes foram completamente bloqueadas pelos percursos das manifestações.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.