Acesso ao principal conteúdo
Revista de Imprensa

Vaga de confrontos e contestações em França

Áudio 04:48
Primeiras páginas dos jornais franceses de 11/04/2018
Primeiras páginas dos jornais franceses de 11/04/2018 RFI

Os franceses estão a sair à rua, segundo o comunista l'Humanité, para enfrentar uma "política de algemas que chega aos estudantes": depois da violente evacuação da faculdade de Nanterre, várias vozes levantam-se para denunciar as políticas do governo francês.Continuam as ondas de contestação. Tema que faz igualmente manchete no Le Monde "Violência em Notre-Dame-des-Landes : os dois lados procuram uma saída" descreve o vespertino.Dos protestos passamos à primeira página do esquerdista Libération: "Irmão Emmanuel" titula. Na segunda-feira, o Presidente francês proferiu um discurso polémico no qual se afirma católico, Emmanuel Macron apresentou o seu olhar segundo a sua educação jesuíta, falou do espaço da religião no debate público para arrefecer os ânimos dos asserimos defensores da laicidade."Mark Zuckerberg parece ter superado com sucesso este exercício enfrentando o maior escândalo de sempre do facebook". O fundador do facebook "pediu desculpa, mas não cedeu a absolutamente nada" titula o vespertino Le Monde.Continuando a falar de tecnologias e do controlo de dados pessoas, o Le Monde publica uma reportagem sobre o uso que Pequim faz das novas tecnologias para elaborar as suas listas negras - partindo do cidadão dissidente ao mau pagador, trata-se de uma espécie de "controlocracia" que já se instalou em várias cidades chinesas que reconhece os seus cidadãos através das suas caras.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.