Acesso ao principal conteúdo
Futebol

Futebol: Pontapé de saída para a Ligue 1

Trio infernal do PSG quer continuar a vencer: Neymar (esquerda), Kylian Mbappé (centro) e Edinson Cavani (direita).
Trio infernal do PSG quer continuar a vencer: Neymar (esquerda), Kylian Mbappé (centro) e Edinson Cavani (direita). REUTERS/Benoit Tessier

A temporada 2018/2019 da Ligue 1 começa nesta sexta-feira 10 de Agosto com o encontro entre o Marselha e o Toulouse. O favorito, como tem sido ao longo destes últimos anos, é o detentor do título, o Paris Saint-Germain.

Publicidade

O PSG, que arrecadou o quinto título em seis temporadas, parte novamente como grande favorito à conquista do campeonato francês de futebol neste início de época, que se inicia nesta sexta-feira.

Damien Da Silva, defesa luso-francês do Rennes, falou-nos das suas ambições para esta época e admitiu que os parisienses deverão arrecadar novamente o título de Campeão de França.

Damien Da Silva, defesa luso-francês do Rennes

Os parisienses são favoritos e quase campeões antecipados. Na temporada passada, o PSG terminou com 93 pontos, mais 13 do que o segundo classificado, o Mónaco.

E além deste dado que pode servir de exemplo, a equipa da capital francesa venceu por 4-0 a Supertaça francesa frente aos monegascos, sem Kylian Mbappé, Presnel Kimpembe, Edinson Cavani, Thomas Meunier, e com Neymar a entrar apenas durante a segunda parte. O Paris Saint-Germain está forte, mas um campeonato é longo e a regularidade é que faz a diferença, sem esquecer que o grande objetivo dos parisienses é vencer a Liga dos Campeões europeus.

Recorde-se que apenas na temporada 2016/2017 é que o PSG terminou no segundo lugar atrás dos monegascos do treinador português Leonardo Jardim.

Mónaco, principal adversário

Este ano o técnico português, Leonardo Jardim, tem novamente de reconstruir a equipa, isto após ter perdido por exemplo o médio brasileiro Fabinho e o médio português João Moutinho. Duas peças importantes no esquema da equipa.

Os reforços, entre os quais o internacional guineense Pelé, já mostraram qualidade, mas falta ainda um certo entrosamento para os monegascos rivalizarem com o PSG, no entanto o Mónaco parece ter um plantel pronto, com o avançado português Rony Lopes de pontaria afinada, para alcançar pelo menos o segundo lugar no campeonato francês, se não criar novamente uma surpresa como em 2016/2017.

Nantes, outro adversário luso

A equipa do Nantes voltou a apostar num treinador português para esta nova temporada: Miguel Cardoso, técnico de 46 anos, isto após o clube francês ter apostado na temporada 2016/2017 em Sérgio Conceição que evitou a descida e conseguiu até entrar no Top-7 da Ligue 1.

Esta temporada acaba por ser novamente um ano de mudanças para o Nantes com a saída do italiano Claudio Ranieri e a chegada de Miguel Cardoso. O treinador português chega proveniente do Rio Ave, clube com o qual terminou no quinto lugar na liga portuguesa. No Nantes vai ternar alcançar os lugares cimeiros durante esta época 2018/2019.

De notar que a Ligue 1 vai poder contar com uma ajuda tecnológica. O VAR, o vídeo-árbitro, entra este ano em funcionamento. Um sistema que teve duras críticas da parte do público durante o Mundial 2018, isto apesar da FIFA afirmar que o VAR permitiu corrigir vários erros de arbitragem. Veremos como será utilizado aqui em França.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.