Acesso ao principal conteúdo
Economias

Coletes Amarelos: "mais um sábado a zero para comerciantes"

Áudio 05:40
Coletes amarelos em Frontignan, 3 de Dezembro.
Coletes amarelos em Frontignan, 3 de Dezembro. PASCAL GUYOT / AFP

Passadas três semanas de manifestações, os bloqueios e incidentes prosseguem em França. Os actores económicos e os poderes públicos avaliam os estragos e alertam para as consequências económicas do movimento "coletes amarelos".O governo de Macron recuou na subida do imposto sobre o combustível, mas não conseguir evitar os danos colaterais.Os números avançados pelo ministério da economia e finanças não deixam margem para dúvidas e no caso da restauração, a quebra de receitas chega mesmo a atingir os 50%.O Presidente dos ricos tem agora que se voltar para as classes médias aponta o presidente da Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa, Carlos Vinhas Pereira.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.