Acesso ao principal conteúdo
Convidado

COP24 : Sector dos Transportes continua “fora de pista”

Áudio 04:57
José Mendes foi um dos intervenientes na sessão "Intensificar a acção climática no sector dos transportes", na COP24.
José Mendes foi um dos intervenientes na sessão "Intensificar a acção climática no sector dos transportes", na COP24. Cristiana Soares

Pela primeira vez em quatro anos, em 2017, as emissões de gases com efeito de estufa aumentaram e atingiram as 53,5 mil milhões de toneladas. Um número recorde. Os transportes são responsáveis por 25% das emissões de gases com efeito de estufa.O sector dos transportes é tema central nas discussões da COP24, que decorre em Katowice na Polónia. Para o secretário de Estado adjunto e da Mobilidade de Portugal, José Mendes, este ainda é “o elefante na sala” no processo de descarbonização.A União Europeia quer até 2050 ter uma economia neutra na emissão de gases com efeito de estufa. Ou seja os estados-membros terão de ser capazes de absorver toda a quantidade de dióxido de carbono que produzem.Sobre a vontade europeia de acabar com os combustíveis fósseis, a RFI ouviu José Mendes, secretário de Estado adjunto e da Mobilidade de Portugal e presidente da Aliança para a Descarbonização dos Transportes, que sublinhou a existência de tecnologia suficiente para transformar o sector dos transportes, porém salientou a necessidade de “muita vontade política” para “ganhar este desafio à escala global”.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.