Acesso ao principal conteúdo
Convidado

"Uma guerra sem nome" na fronteira franco-italiana

Áudio 14:10
"O Vale", filme do realizador português Nuno Escudeiro
"O Vale", filme do realizador português Nuno Escudeiro Miramonte films

O realizador português Nuno Escudeiro apresentou em Paris "O Vale", o seu mais recente documentário.O filme alerta para a crise humanitária vivida na fronteira franco-italiana, onde se registam violações dos direitos humanos."Essa uma guerra sem nome, na qual as armas e vítimas são a mesma coisa", afirma Cédric Herrou no documentário. O agricultor do Vale da Roya é conhecido por ajudar migrantes, e por isso tem sido perseguido pelas autoridades francesas.A 14 de Junho de 1985, a Comissão Europeia assinava o primeiro acordo do Tratado de Schengen sobre a abolição das fronteiras internas. Em 2011,15 países implementavam um controlo de fronteiras e o visto Schengen; Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Grécia, Islândia, Itália e Luxemburgo.A partir de 2011, a fronteira franco-italiana começa a fechar. Em 2015, a França não quer receber mais migrantes e começa uma verdadeira "caça ao homem", com a instalação de centenas de militares da operação sentinela."Todo o homem perseguido devido à sua acção em favor da liberdade tem direito de asilo nos territórios da República", lê-se na Constituição Francesa. No entanto, as leis são vulneráveis, há desvios na justiça como registou o realizador português, nos últimos dois anos."O Vale" vai ser difundido no canal franco-germânico Arte terça-feira pelas 23h40 (hora local).

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.