Acesso ao principal conteúdo
Convidado

“Bombardeamento” cultural de Portugal em Paris

Áudio 07:43
Campanha de promoção "Sous le Soleil du Portugal". BHV Marais. Paris. 15 de Maio de 2019.
Campanha de promoção "Sous le Soleil du Portugal". BHV Marais. Paris. 15 de Maio de 2019. Carina Branco/RFI

Paris tem, este mês, uma agenda cultural portuguesa intensa. Uma espécie de "bombardeamento estratégico", nas palavras do Embaixador de Portugal em França, Jorge Torres Pereira. O evento mais visível é a mega acção de promoção dos produtos “made in Portugal” no centro comercial BHV Marais, que é hoje visitado pelo primeiro-ministro, António Costa.

Publicidade

"Ironicamente eu diria que é uma espécie de bombardeamento estratégico de Paris por eventos lusos" – A frase é do Embaixador de Portugal em França, Jorge Torres Pereira, que assim resume a intensa agenda cultural portuguesa em Paris durante este mês e, ainda, em Junho.

Ao longo de sete semanas, em pleno centro de Paris, os armazéns BHV Marais estão decorados com produtos portugueses à venda. Uma mega acção de promoção do “made in Portugal” que é visitada, esta segunda-feira, pelo primeiro-ministro português, António Costa, antes de um encontro com o Presidente francês, Emmanuel Macron, no Palácio do Eliseu.

Com a bandeira de Portugal hasteada no cimo do edifício e as vitrinas repletas de artigos lusos, há à venda peças de artesanato, cerâmica, vestuário, livros, alimentação, bebidas e até pacotes de viagens.

De acordo com o embaixador português, o interesse partiu do próprio centro comercial e, depois, surgiu a ideia de “aproveitar estas seis semanas como uma espécie de evento âncora” para um conjunto de eventos relacionados com Portugal.

Estampado nas vitrinas do centro comercial e até em muitas estações de metro parisienses está a frase "Sous le soleil du Portugal". Um sol português que serve de nome à mega acção de promoção. O objectivo é mostrar que "o que é português é bom", de acordo com o presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, Luís Castro Henriques.

No ano passado, um milhão e seiscentos mil franceses visitaram Portugal, há 750 empresas com capital francês em terras lusas e 50 mil gauleses a viver em Portugal. Depois do longo historial de emigração e do electrochoque da austeridade, a imagem do país mudou e agora Portugal está na moda para os franceses, considera o secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias.

Portugal está num bom momento, isso reflecte-se na imagem do país e na sua atractividade”, explicaEurico Brilhante Dias, admitindo que não era essa imagem que se tinha de Portugal há uns anos em França devido aos “momentos muito duros” pelos quais passou o país.

Comprar, por 70 euros, uma t-shirt branca e apenas com um estampado a dizer “Saudade”, não choca o governante porque “quando se paga 70 euros por uma t-shirt feita em Portugal, não se paga apenas a t-shirt: paga-se a criatividade, o design, a qualidade do produto, a sustentabilidade, o ‘know-how de fazer bem e com diferença”.

Afinal, conclui Eurico Brilhante Dias, Portugal está “na moda” porque “combina modernidade, autenticidade e tradição que se preservou”.

Portugal investiu 100 mil euros por esta campanha de promoção do país, um investimento que vai dar muitos frutos, no entender da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Esta iniciativa é uma iniciativa conjunta, foi um desafio lançado e construído entre todos. Tem a participação do BHV, tem a participação do Turismo de Portugal e da AICEP. O investimento aqui feito foi de 100 mil euros. A acção representou esse valor e tem, diria eu, uma repercussão e um efeito de notoriedade que vai muitíssimo além desse investimento”, defende Ana Mendes Godinho.

A secretária de Estado do Turismo quer ainda mais turistas em Portugal e quer mostrar “um país de diversidade” não é apenas “um destino de sol e praia” ainda que tenha “as melhores praias do mundo”.

A experiência de Portugal está "à prova" no centro comercial BHV Marais, em Paris, até 25 de Junho. Além da venda de produtos, há degustação de comes e bebes, sessões de autógrafos de livros e uma exposição do artista português Rui Moreira. Paralelamente, a agenda cultural Portugal em Paris propõe conferências, exposições e concertos.

Para ouvir a reportagem, clique na imagem principal.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.