Acesso ao principal conteúdo
Imprensa Semanal

Angola, Moçambique, Costa do Marfim e França

Áudio 04:01
Capas dos semanários de 15/06/2019
Capas dos semanários de 15/06/2019 RFI

Abrimos esta Imprensa Semanal com Angola nas páginas de LA LETTRE DU CONTINENT e a estratégia naval do presidente angolano.Enquanto aguarda pelo rejuvenescimento da sua frota, Lourenço moderniza a sua base de Soyo. O ministério angolano da Defesa assinou a 22 de maio com o gigante português da construção civil Mota Engil um contrato para a modernização da base naval. Simportex, propriedade do ministério dos exércitos assinou com a filial angolana de Mota Engil para executar os trabalhos de dragagem, de infraestruturas e renovação da base naval de Soyo, no norte. Montante do contrato: 270 milhões de euros. Simportex pilota a quase totalidade dos contratos assinados entre o ministério angolano da Defesa  e operadores estrangeiros.Implantada em Luanda há vários anos, Mota Engil é dirigida pelos homem de negócios português Gonçalo Moura Martins, nota, LA LETTRE DU CONTINENT.Por seu lado, LA LETTRE DE L'OCEAN INDIEN, vira-se para Moçambique, onde o ex-ministro dos Transportes e comunicações, Gabriel Serafim Muthisse, decidiu afastar Ingilo Dalsuco da sua empresa de gestão imobiliária. O marido de Manuela Chang, filha do ex-ministro das finanças, Manuel Chang, implicado no escândalo das dívidas ocultas foi substituído por um outro próximo da família do ex-presidente Gubeuza, na pessoa de Luis Filipe Pereira Rocha Brito, homem de negócios que passou a ser parceiro de Muthisse.A mesma LETTRE DE L'OCEAN INDIEN, refere-se ainda a Quessanias Matsombe, activo no turismo, que entrou doravante no sector da comunicação social. Através de Criattus Moçambique, empresa de mídias, eventos e marketing, este próximo do antigo presidente Joaquim Chissano, colabora com Deolinda Fernando Ntimane e Vanessa Cadir Mussagi, mulheres de comunicação como o Midia. As duas empreendedoras, lançaram em abril Programa Inspirações na Televisão de Moçambique, recebendo como convidado a 24 de maio, Quessanias Matsombe.O semanário JEUNE AFRIQUE faz a sua capa com Costa do Marfim, Gbagbo, Soro, prisão e eu... com confidências de Charles Blé Goudé. "Caminho de cabeça levantada e tenho mãos limpas", afirma em entrevista ao semanário, 5 meses depois da sua absolvição, o antigo líder dos Jovens patriotas, que prepara o seu regresso ao país, estando ainda na Holanda, onde cumpriu a sua pena decidida pelo Tribunal Penal internacional por crimes contra a humanidade.Na mesma prisão também o antigo presidente Laurent Gbagbo, que segundo o seu Ministro da Juventude Goudé, sabe o que quer e que ainda pode dar muito à Costa do Marfim, nota a JEUNE AFRIQUE.A mesma publicação destaca igualmente mulheres africanas no mundo da tecnologia e da inovação. Para Nozha Boujema tunisina, directora do grupo de imagiologia médica no Median technologies é uma referência da Inteligência Artificial. Ela defende uma Inteligência de confiança em África, enquanto Lamia Mersouki, marroquina da Women in Business Network, aposta numa rede de mulheres dirigentes.LE POINT, dedica a sua capa  Ecologia, verdades e frivolidade. A ideologia sai sempre a ganhar em matéria de racionalidade quando a ciência trata do nuclear, glifosato, produtos bio-ecológicos ou organismo geneticamente modificado. Mas sobre o dióxido de carbono os catastrofistas tiveram largamente razão, nota LE POINT.Por sua vez, L'OBS, destaca vida desintoxicada. Naturopatia, técnicas de ordem espiritual, sofrologia, acupuntura, alimentação vegetal, comer menos e melhor ou fazer jejum é o novo pensamento selvagem filosófico, escreve, L'OBS.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.