Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Discórdia no Parlamento Europeu sobre presidente da Comissão

Áudio 08:06
Ursula von der Leyen, ministra de defesa alemã, espera aval dos eurodeputados para presidir a Comissão Europeia sion President, attends the weekly cabinet meeting at the Chancellery in Berlin, Germany, July 3, 2019.
Ursula von der Leyen, ministra de defesa alemã, espera aval dos eurodeputados para presidir a Comissão Europeia sion President, attends the weekly cabinet meeting at the Chancellery in Berlin, Germany, July 3, 2019. REUTERS/Hannibal Hanschke

Tem lugar esta quinta-feira (4/07) em Estrasburgo o primeiro debate da nova legislatura europeia, cujo futuro novo presidente o italiano David Sassoli obtém consenso, contrariamente à nomeada presidente da Comissão Europeia a ministra da defesa alemã Ursula von der Leyen.Os dirigentes das instituições europeias assumirão funções a partir de 1 de Novembro, mas a presidência da Comissão Europeia deverá previamente ser eleita pelo Parlamento Europeu - entre 15 e 18 de Julho - "parlamento que tem a última palavra" como refere José Gusmão recém eleito eurodeputado pelo Bloco de Esquerda, para quem "o grande derrotado é o processo do 'spitzenkandidat' - o equivalente a cabeça de lista - pois os candidatos que fizeram campanha foram todos dispensados, em benefício de soluções que assentam em pessoas, que não foram sequer candidatos a deputados".

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.