Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Ursula von der Leyen aos comandos da UE

Áudio 06:23
Ursula von der Leyen, no discurso no Parlamento Europeu a 16 de Julho de 2019. Estrasburgo, França.
Ursula von der Leyen, no discurso no Parlamento Europeu a 16 de Julho de 2019. Estrasburgo, França. FREDERICK FLORIN / AFP

O Parlamento Europeu validou, esta terça-feira, à tangente, o nome de Ursula von der Leyen para presidir a Comissão Europeia. É a primeira vez que uma mulher vai dirigir esta instituição. Quem é e quais são as suas promessas? As respostas com Cristina Montalvão Sarmento, directora do Observatório Político da Universidade de Lisboa.

Publicidade

É a primeira vez que uma mulher vai dirigir a Comissão Europeia. A alemã Ursula von der Leyen, de 60 anos, só entrou para a política depois dos 40, mas é a única mulher com assento permanente no Conselho de Ministros de Angela Merkel desde 2005. Foi também a primeira mulher a assumir o ministério alemão da Defesa. Vem do PPE, mas também tem currículo em reformas sociais dos tempos em que foi ministra da Família e, depois, do Trabalho. Nasceu em Bruxelas, mas nunca tinha ocupado um cargo nas instituições europeias.

Nesta entrevista a Cristina Montalvão Sarmento, directora do Observatório Político do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, falamos sobre a personalidade e as promessas de Ursula von der Leyen.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.