Acesso ao principal conteúdo
Revista de Imprensa

Altas temperaturas à escala do Planeta Terra

Áudio 04:14
Primeiras páginas dos jornais franceses 24 de julho de 2019
Primeiras páginas dos jornais franceses 24 de julho de 2019 RFI

As primeiras páginas da imprensa francesa apresentam-se diversificadas entre assuntos que vão desde o clima, passando pela poupança até ao ciclismo.A Terra vive o seu período mais quente dos últimos 2000 anos, titula, LE MONDE. Um estudo publicado ontem pela revista Nature retraça 2 mil anos de variações da temperatura à escala planetária. Segundo certos paleo-climatólogos o aquecimento actual é tanto inédito quanto a sua intensidade universal. Com excepção do Antártico, a subida das temperaturas atinge todo o planeta.Em França, 20 departamentos estão em estado máximo de alerta vermelha e várias cidades bateram os recordes da temperatura, com casos extremos dos Bordéus e Rennes e as consequências para as culturas e florestas são preocupantes, acrescenta LE MONDE. Por seu lado, LIBÉRATION, titula, quem tira proveito do dinheiro gratuito. Em França e na Europa as taxas de juro historicamente baixas favorecem os empréstimos e penalisam a poupança. Os que ganham e os que perdem com taxas baixas. O que compra no sector imobiliário sorri, aquele que tem uma caderneta de poupanças faz careta, enquanto as empresas comprar e investem.A banca não tem bom aspecto, enquanto para o Estado é um balão de oxigénio. A poupança do francês vai para os seguros de vida, carteiras de desenvolvimento sustentável e solidário ou depósitos à vista, essencialmente conta corrente e activos financeiros, fundamentalmente, imobiliária, nota LA CROIX. L'HUMANITÉ, titula sobre o escândalo do mercado de bifes. O Estado falhou à sua missão de controlo neste sector de carne bem passada muito concorrida pelos mais pobres. Em França 5.5 milhões de pessoas beneficiam de ajuda alimentar e segundo um relatório de um parlamentar comunista as associações caritativas têm estado a alertar sobre esta situação há vários anos.Mudando de assunto de assunto, no internacional, LE MONDE destaca Reino Unidos, Boris Johnson  fixa 99 dias dias para cumprir Brexit. O novo primeiro ministro britânico prometeu negociar o acordo com a União europeia ou sair sem compromisso até 31 de outubro. Disse ainda que o trabalha para o povo que é o seu patrão, aproveitando para remodelar profundamente o seu governo afastando os ministros que não acreditam no Brexit.O mesmo vespertino, destaca ainda Estados Unidos e o ex-procurador especial Mueller que foi ouvido ontem no Congresso, onde se mostrou parco em palavras. Os democratas tentaram levar Mueller para o campo da destituição de Trump mas o ex-procurador não mordeu o anzol, nota LE MONDE.E no Porto Rico, o governador Ricardo Rossello, desacreditado foi forçado a demitir-se. Após 13 dias de manifestações contínuas nas ruas da capital de Porto Rico, San Juan, o governador, lançou a toalha para o chão. Na origem desta demissão uma onda de insultos, homofobia e sexismo contra mulheres, homossexuais e gays. O cantor Ricky Martin, homossexual, tornou-se porta-voz do movimento de protesto ao lado do rapper Bad Bunny e do duo do sucesso musical Despacito, Daddy Yankee e Luis Fonsi.Enfim, LIBÉRATION titula sobre o show da volta à França de bicicleta. Os franceses Julian Alaphilippe e Thibaut Pinot continuam na corrida para a vitória no domingo com a chegada aos Campos Elíseus.Para LE FIGARO, a França redescobre a magia da volta. No seu editorial, o jornal afirma ser a vta a última epopeia francesa. Todos os anos pelo Verão e durante 3 semanas são cerca duma centena de ciclistas que se lançam nas estradas à conquista da França. São heróis anónimos que não ficarão registados na História, mas aplaudidos nas bermas das estradas por milhares de franceses.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.