Acesso ao principal conteúdo
Desporto/França

Ciclista colombiano vence o Tour de France

Egan Bernal, vencedor do Tour de France 2019  e primeiro colombiano a inscrever o seu nome no palmarés da prestigiosa corrida ciclista. Paris 28 de Julho de 2019
Egan Bernal, vencedor do Tour de France 2019 e primeiro colombiano a inscrever o seu nome no palmarés da prestigiosa corrida ciclista. Paris 28 de Julho de 2019 REUTERS/Gonzalo Fuentes

O Tour de France, Volta a França em bicicleta terminou neste domingo com a etapa Rambouillet-Paris e a apoteose do jovem colombiano Egan Bernal que na última fase da prova arrebatou a camisola amarela.Bernal tornou-se o primeiro colombiano a vencer a prestigiosa prova ciclista.

Publicidade

Ao cabo da última etapa disputada entre Rambouillet e Paris, numa distância de 128 kms, Egon Bernal de 22 anos fica na história como o primeiro colombiano e latino-americano a inscrever o seu nome, no palmarés da prestigiosa Volta a França em bicicleta.

Egan Bernal da equipa Ineos classificou-se em primeiro lugar com um total de 82h 57mn e 2s.

Na segunda e terceira posições terminaram respectivamente o britânico, do País de Gales, Geraint Thomas à 1m 11,3s e o holandês Steven Kruijswijk à 1mn 31,4s.

O francês Julian Alaphilippe, que perdeu a liderança da prova no decurso das últimas etapas de montanha, mas que foi considerado o grande herói da edição 2019 do Tour de France, encerrou no quinto lugar à 4mn 5,6s.

A equipa Movistar obteve a vitória por equipas com um total de 285 h 58 mn 15,2s.

O austríaco Caleb Ewan foi o vencedor da vigésima primeira e última do Tour, ao percorrer os 128 kms no tempo de 3h 04mn e 08s.

Este ano, antes de terminar em apoteose na avenida dos Campos Elísios, em Paris, como habitualmente, a derradeira etapa passou nomeadamente diante do Senado francês e pelo interior do pátio do histórico Museu do Louvre, para uma homenagem ao centenário da camisola amarela da prova.

Os 6,5 kms do circuito final nas imediações dos Champs-Elysées foram percorridos oito vezes, antes da chegada definida por uma linha recta de 400 metros, ao nível do Petit Palais e a curta distância do Palácio do Eliseu.

No momento em que o jovem Egon Bernal subiu ao pódio para a sua sagração, ouviram-se gritos de Viva Colômbia, Viva Colômbia!

Espectadores colombianos, e de outras nacionalidades, presentes na Avenida dos Campos Elísios ( Champs- Elysées ) interrogados pela AFP qualificaram a vitória de Egon Bernal no Tour de France de momento histórico.

A festa terminou com champanhe e com em pano de fundo a célebre canção Les Champs-Elysées de Joe Dassin entoada por fiéis amadores do Tour, que celebrou através da pessoa de Egon Bernal, o mais jovem vencedor da prova no pós-guerra.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.